\imprensa Viva
.

O cérebro por trás da candidatura de Luciano Huck. Ilona Szabó fala em ' mudar e controlar narrativas' visando banir armas e liberar comércio de drogas



A cientista política Ilona Szabó de Carvalho é uma dedicada discípula do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Co-fundadora e diretora-executiva do Instituto Igarapé, uma iniciativa que está por trás de campanhas pela liberação do mercado de drogas no Brasil e ao banimento do uso de armas pela população.

Ilona também é coordenadora do movimento Agora!, uma espécie de partido político disfarçado de movimento cívico. O objetivo do grupo, financiado por empresários órfãos do dinheiro do BNDES, é chegar ao poder através da manipulação de narrativas sensíveis. O grupo que assume que pretende impactar a agenda pública e a ação política a partir de cidadãos comuns, conta com um fundo empresarial destinado a financiar campanhas políticas de parlamentares, visando forjar uma representatividade no Congresso capaz de influenciar mudanças defendidas pelo grupo.

A coordenadora do grupo se auto intitula uma diplomata da sociedade civil é uma entusiasta do controle de armas e do potencial gigantesco do mercado de drogas. Para defender o controle de armas e a liberação do comércio de drogas no país, Ilona Szabó explora dramas sociais relacionados à negligência do Estado em áreas como educação, lazer e criação de oportunidades para as populações de baixa renda e escolaridade das periferias. Ilona explora o terror da violência, dos altos índices de homicídios no pais, das balas perdidas e do caos do sistema carcerário para defender o controle de armas e a liberação do comércio de drogas. O grupo não fala em combater a raiz dos problemas que estão relacionados com a falta de oportunidades para os grupos mais vulneráveis, como os jovens pobres e negros. Segundo Ilona, a solução é liberar as drogas e controlar as armas. Afinal, a elite não consegue prescindir de seus pobres de estimação, ignorantes, manipuláveis e baratos.

Ilona não se envergonha de assumir que uma novela da Rede Globo foi fundamental para a aprovação do estatuto do desarmamento: “No Brasil, foi preciso que a novela Mulheres Apaixonadas exibisse um episódio onde uma das personagens principais morresse com uma bala perdida. Os telespectadores ficaram indignados. O capítulo também incluía imagens de uma marcha real que organizamos na praia de Copacabana. Isso teve um forte impacto na opinião publica. Em poucas semanas o Congresso Nacional aprovou o estatuto do desarmamento" comemora a 'diplomata da sociedade civil'. Szabó ignora que um estuprador ou psicopata pensa duas vezes antes de invadir uma residência ou propriedade rural justamente por considerar a possibilidade de que as pessoas podem possuir armas e frustrar seus planos. O cérebro por trás da candidatura de Luciano Huck e admiradora de gente fantástica como George Soros finge ignorar que os bandidos continuarão a ter acesso a armas, enquanto o cidadão se tornaria inteiramente vulnerável à criminalidade e aos desmandos de autoridades.

A líder do movimento Agora! possui até mesmo uma fórmula para fazer prevalecer os ideais do grupo. Ilona Szabó fala no vídeo abaixo sobre quatro lições para 'mudar o mundo', e 'ajustá-lo' segundo sua ótica. A primeira fórmula, segundo Ilona, é 'mudar e controlar a narrativa'. Isso mesmo. Ilona não menciona a possibilidade de um debate democrático.

Assim como qualquer partido político, o Agora! afirma que seu objetivo é o de "atualizar o Brasil e melhorar a vida das pessoas, de todos os batalhadores brasileiros". O grupo é formado por simpatizantes e ativistas da esquerda, advogados do PT, ex-integrantes dos governos de Lula e Dilma e herdeiros de grandes fortunas.





_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget