\imprensa Viva
.

Lula diz que PF não achou nada em sua casa. Acharam as joias escondidas no cofre do BB, sua 2ª cobertura e contratos falsos, num total de R$ 200 milhões em crimes



Contando com a ampla cobertura de suas mentiras pela imprensa, o ex-presidente Lula voltou a fazer aquilo que sempre fez durante toda sua vida durante o 14º Congresso do PCdoB em Brasília esta semana: mentir, caluniar e enganar.

Em seu discurso, Lula afirmou que a Polícia Federal não encontrou nada em sua residência por ocasião da batida policial deflagrada durante a 24ª fase da Operação Lava Jato, quando foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento.

"Quando a polícia entra na casa de alguém, adora mostrar dinheiro, joia, mas quando entra na minha e dos meus quatro filhos, revira tudo, levanta colchão, e não encontra nada, esses sacanas deveriam ter coragem de chamar a imprensa e dizer que na casa do Lula não tinha nada", mentiu Lula, sabendo que ganharia manchetes garrafais em todos os jornais do país.

O problema é que a grande imprensa se omite sobre os fatos e veicula as mentiras de Lula sem lembrar aos seus leitores o que de fato a Polícia Federal encontrou na casa do petista naquela manhã de 4 março de 2016. Foi durante a Operação Aletheia (busca da verdade) que a PF descobriu que Lula tinha uma outra cobertura no Edifício Green Hill em São Bernardo do Campo. O imóvel foi comprado pela Odebrecht (informação confirmada pelo empresário Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci) em nome de um laranja chamado Glaucos Costamarques, primo do amigo de Lula, José Carlos Bumlai.

Na ocasião, a Polícia Federal também descobriu documentos relativos a um cofre de uma agência do Banco do Brasil em São Paulo, em nome de Marisa Letícia, a mulher de Lula falecida em fevereiro. Ao chegar na agência do BB, a polícia descobriu um enorme tesouro composto por joias e obras de arte que Lula roubou do acervo da Presidência da República.

A PF descobriu ainda na residência de Lula uma série de documentos que comprovam repasses milionários ao petista por meio de operações dissimulados, como reformas no sítio em Atibaia, reformas no triplex do Guarujá, escrituras e contratos forjados de imóveis, como no caso do terreno de R$ 12 milhões que seria destinado a construção da nova sede do Instituto Lula. Boa parte dos processos que pesam contra o petista na Justiça prosperaram apenas após a batida policial em sua residência, onde foram encontradas provas concretas de crimes que, somados, podem superar a casa dos R$ 200 milhões, incluindo ai o valor das joias que Lula roubou, mas que não foram divulgados. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget