\imprensa Viva
.

Joesley humilhado na CPI da JBS: "Sempre foi sonegador e corruptor", diz parlamentar que o conhece desde 1986



"Eu o conheço desde 1986, quanto tinha o matadouro, sempre foi sonegador e corruptor" — Afirmou o João Gualberto (PSDB-BA) encarando o empresário Joesle Batista durante interrogatório nesta terça-feira na CPI da JBS.

Joesley permaneceu calado por mais de quatro horas e ouviu palavras duras de outros parlamentares que descreveram parte de sua conduta criminosa no mundo dos negócios e nos bastidores da política.

João Rodrigues (PSD-SC) foi um a insistir com perguntas. Diante da falta de respostas, ironizou o fato de Joesley ter sido preso após a autogravação de uma conversa com Ricardo Saud.
— O diabo faz a panela, mas não faz a tampa. De tanto que os senhor armaram, caíram na própria armação — afirmou Rodrigues.
— O senhor, que era um mafiosinho de terceira categoria, resolveu achar que era um Al Capone — afirmou o deputado Carlos Marun.



O parlamentar disse ainda que o empresário e seu grupo cooptaram o ex-procurador Marcello Miller e o protegeram na delação. Criticou ainda o ex-procurador-geral Rodrigo Janot e o ex-chefe de gabinete deste, Eduardo Pelella. Afirmou que Joesley foi "convencido" a gravar o presidente Temer. Destacou ainda que o grupo esperava contar com "boa vontade" do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin para homologar a delação por ter auxiliado ele durante sua campanha para nomeação ao cargo.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget