\imprensa Viva
.

Em Nova York, Fernando Henrique Cardoso chama Bolsonaro de bizarro, mas defende candidatura de Lula e Luciano Huck



O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso já declarou várias vezes que Lula deveria ser candidato à Presidência em 2018 e elogiou publicamente o apresentador da Rede Globo, Luciano Huck. Pois este mesmo FHC que pediu a renúncia de Temer e defendeu seu pupilo Aécio Neves, flagrado pedindo R$ 2 milhões ao açougueiro criminoso Joesley Batista, se referiu ao pré-candidato Jair Bolsonaro como um ser 'bizarro'.

A fala de FHC ocorreu esta semana, diante de um auditório lotado na Universidade Columbia, em Nova York. Ao ser indagado por um estudante sobre o pré-candidato à Presidência pelo PSC, Jair Bolsonaro, FHC disse que a "mídia dá mais espaço para os que são bizarros", mas que "precisamos de alguém que não seja bizarro, que fale com as pessoas".

Sem conseguir esconder a inveja do presidente Michel Temer, que em pouco mais de um ano aprovou mais projetos importantes para o país do que ele, Sarney, Collor, Lula e Dilma juntos, FHC ainda tentou espezinhar o governo. Após trabalhar arduamente nos bastidores para que o PSDB abandonasse o governo Temer em meio à recuperação da economia e da geração de empregos no país, FCH afirmou que "Hoje o presidente está lá discutindo o que fazer com alguns setores do governo, mas não por motivos ideológicos", como se ideologia resolvesse os problemas do país. Covarde, FHC ainda insinuou que o presidente Michel Temer fará a reforma ministerial de forma não republicana: "É um retrato de como a coisa funciona. É um sistema que implica algumas formas de corrupção.", alfinetou o sociólogo amigo de Lula e Dilma.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget