\imprensa Viva
.

Senado livra Aécio Neves



O plenário do Senado votou contra a decisão da Primeira Truma do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG). A sessão foi aberta pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), às 17h05m. A maioria dos senadores decidiram reverter a decisão do STF que afastou Aécio do mandato e impôs ao tucano o recolhimento noturno.

Para manter a decisão STF, Aécio precisava da maioria absoluta — ou seja, 41 senadores — Votaram votar "sim" 26 e senadores e 44 votarem "não". Após o Senado rejeitar a decisão do Supremo, o senador tucano poderá retomar o mandato.

Aécio Neves foi denunciado em junho por corrupção passiva e obstrução de Justiça com base em gravações feita pelo açougueiro Joesley Batista,  dono da JBS. O senador tucano foi gravado por pedindo R$ 2 milhões, alegando que seria usado em sua defesa na Lava-Jato. Em nenhum momento da gravação, Aécio mencionava como pretendia pagar o 'empréstimo', algo completamente improvável em qualquer situação desta natureza.

A Polícia Federal flagrou Frederico Pacheco, primo do senador, recebendo R$ 500 mil de um dos executivos da empresa. Frederico chegou a ser preso, junto com a irmã de Aécio, Andrea Neves, na Operação Patmos.

Segundo a Procuradoria-Geral da República, o pagamento foi feito em espécie, em quatro parcelas de R$ 500 mil cada, entre 5 de abril e 3 de maio, por meio de Frederico e Mendherson Souza Lima, assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG)
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget