\imprensa Viva
.

Oxigênio de Lula acaba com delação de Antonio Palocci. Ex-ministro confirma que cometeu crimes a mando do petista



O ex-presidente Lula protagoniza uma corrida contra o tempo e vive momentos de desespero, pavor e medo enquanto tenta conduzir sua improvável candidatura à Presidência da República. O desânimo do petista é perceptível em seus discursos feitos ao longo da caravana por Minas Gerais neste mês de outubro. Sem uma nova narrativa, só restou a Lula contestar a Lava Jato e apelar para o pouco que restou de sua influência política em determinadas regiões do país.

O problema é que o oxigênio de Lula acaba em breve. É praticamente inevitável conter o acordo de delação do ex-ministro Antonio Palocci. O ex-faz tudo de Lula era o responsável por nada menos que a administração das contas de milionárias mantidas em favor do ex-presidente no banco de propinas da Odebrecht.

O membro da cúpula do partido reconhecido como o terceiro na hierarquia do PT já deixou claro que não vai poupar seu ex-chefe. Palocci sequer esperou a conclusão de seu acordo de delação premiada para disparar o primeiro míssil na direção de Lula e do partido. Com base no conteúdo do vídeo abaixo, é possível prever que Palocci, preso em Curitiba, está mesmo disposto a trocar de lugar com Lula. Fontes da Lava Jato confirmam que o ex-ministro manifestou sua indignação com a covardia do ex-presidente em relação a ele e ao ex-tesoureiro João Vaccari Neto está preso desde abril de 2015, quando foi deflagrada a 12ª fase da Operação. Segundo o próprio Palocci, nada será perdoado.




_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget