\imprensa Viva
.

O PT é formado por ex-guerrilheiros que cultivam a cultura da corrupção e anseiam a tomada do poder a qualquer preço



Apesar de ostentar o pomposo nome de Partido dos Trabalhadores, o PT foi fundado por um bando de  ex-guerrilheiros financiados por um grupo de comunistas filhinhos de papai que viviam na Europa e se diziam intelectuais. Resumindo, gente que não trabalhava, que não batia um prego no sabonete.

Uma outra contradição no nome Partido dos Trabalhadores está relacionada à falsidade da essência da promessa de seus líderes. Apesar de mais de 13 anos no poder, o PT não foi o partido que mais gerou empregos no Brasil. Quem é petista, pode até tentar dormir com esta mentira, mas a verdade é que o que mais gerou empregos e distribuição de rendas no país foi a estabilidade econômica e a inserção do Brasil na economia de livre mercado mundial através da adoção de fundamentos que o PT foi contra quando estavam na oposição.

Nos anos 90, além do Plano Real, os governos anteriores aprovaram uma série de medidas visando acabar com o protecionismo nacional, o controle artificial dos preços e do câmbio. O Brasil passou a respeitar as regras de livre concorrência e os requisitos fundamentais do livre mercado, onde a demanda, procura e oferta, regem os preços. Junto com a estabilidade da moeda, o país passou a oferecer as mesmas condições de outros países para a instalação de empresas em território nacional. A partir da implantação do Plano Real e a redução da inflação para níveis mais civilizados, o trabalhador passou a ter acesso a bens de consumo que antes não tinha como comprar, como eletrodomésticos, automóveis e imóveis.

De olho na expansão do consumo num mercado com mais de 150 milhões de consumidores potenciais, os gigantes globais aportaram no Brasil a partir de meados da década de 90. Empresas como LG, Samsung, Dell, Wall Mart, Jonh Deer, Toyota, Honda, Nissan, Mitsubishi, Renault, Peugeot, Huyndai, Kia, Audi, BMW, e outros players de setores como agronegócios, indústria química, autopeças, varejo, etc. O Brasil se tornou o maior destino de investimentos globais, ficando apenas atrás da China. Mais de 36 mil empresas se instalaram no país entre 1995 e 2002, ou seja, pouco antes da chegada de Lula ao poder em janeiro de 2003.

Mas logo que assumiu, Lula já contava vantagens sobre os empregos gerados pelas empresas que haviam se instalado no país antes dele se tornar presidente. Estas empresas foram responsáveis pela geração de mais de 15 milhões de empregos ao longo dos dois mandatos de Lula, que ainda surfou na onda de commodities em alta no mercado internacional.

Quando a farra das commodities acabou e o negócio começou a desandar no meio do primeiro mandato da ex-presidente Dilma em 2012, o PT não teve competência para administrar as contas públicas do país e implantou a famigerada contabilidade criativa para maquiar as contas públicas. O resultado desta farsa contábil todos já sabem: o Brasil mergulho no maior déficit das contas públicas da história, foi rebaixado pelas agências internacionais de classificação de riscos. Até o primeiro ano do segundo mandato da ex-presidente Dilma Rousseff, o Brasil já havia perdido bilhões em investimentos e afugentado investidores tradicionais. Por fim, a comandada de Lula acabou cometendo crime de responsabilidade fiscal, comprovado pelo Tribunal de Contas da União, TCU, e atestado, mesmo que a contragosto, por todas as instituições do país, como o Ministério Público Federal, MPF, o Supremo Tribunal Federal, STF, Câmara dos Deputados e Senado.

Por fim, o PT de Lula que, não gerou verdadeiramente os empregos que alegou ter gerado no Brasil, foi expulso do poder antes que o país quebrasse. Os incompetentes e corruptos do Partido dos Trabalhadores, os mesmos que fizeram a alegria dos bancos, da Rede Globo, os mesmos que tonaram bilionários pilantras como Eike Batista, Marcelo Odebrecht, Léo Pinheiro e Joseley Batista, enriqueceram artistas que compraram coberturas em áreas nobres do país e até no exterior, e deixaram 14 milhões TRABALHADORES desempregados.

Segundo o MPF, o Brasil perdeu com corrupção mais de R$ 200 bilhões a cada ano de governo petista. Recentemente, o ex-procurador-geral da República tentou minimizar estes números e admitiu que o Brasil perdeu ao menos R$ 100 bilhões por ano com corrupção ao longo da última década e meia. É fato que Lula e Dilma, como presidentes da República, eram os únicos brasileiros com autoridade para comandar os ministérios, estatais como a Petrobras e bancos públicos como o BNDES, Caixa e Banco do Brasil. A população confiou seu patrimônio nas mãos do PT. E o que eles fizeram? Roubaram e permitiram roubar em praticamente todos os setores da administração federal. Para obter apoio político e manter seu partido no poder, Lula criou o mensalão, o petrolão e permitiu que praticamente todos os partidos roubassem um pouco.

O fato é que Lula comandou a organização criminosa, pois só ele tinha o poder de nomear ou vetar nomes para cargos onde jorrava muito dinheiro do contribuinte. Mesmo durante o governo Dilma. Como se não bastasse tanto roubo, Lula e Dilma ainda sumiram com mais de 4 mil objetos do acervo da Presidência da República, segundo o próprio TCU. Lula roubou tesouros do povo, como espadas de ouro cravejadas de pedras preciosas, coroas de ouro e outros pertences da União. Lula é ladrão e qualquer brasileiro pode tratá-lo desta forma, segundo decisão de uma juíza de Primeira Instância.

Não é por acaso que o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras está preso em Curitiba. Não é por acaso que o ex-presidente do BNDES está todo encalacrado na Lava Jato. Não é por acaso que o PT teve três ex-tesoureiros presos e dois x-ministros da Fazenda incriminados. Considerando o número de criminosos condenados que eram integrantes da alta cúpula do PT, cerca de quinze peixes grandes como José Dirceu, Antonio Palocci, e João Vaccari Neto, fica claro que não se trata de um partido, mas sim de uma organização criminosa.

Não é por acado que Lula movimentou mais de R$ 52 milhões em suas contas entre 2011 e 2015, que 'apareceu com cinco imóveis avaliados em mais de R$ 20 milhões, voou mais de três mil horas em jatinhos de luxo e foi condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Não é por acaso que Lula é apontado como protagonista de mais de 470 eventos de lavagem de dinheiro e corrupção nas seus ações penais em que figura como réu e nos cerca de oito processos que correm na Justiça. É pena que milhões de brasileiros não saibam ler e que outros tantos sejam tão corruptos quanto Lula a ponto de vestir camisas vermelhas e ainda pronunciar o nome do petista. O Brasil não merece tanta bandidagem. É esta gente que quer voltar a comandar o país com o apoio de jornalistas, de artistas, de empresários e políticos corruptos saudosos dos tempos da roubalheira desenfreada. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget