\imprensa Viva
.

Não fosse Temer, o Brasil ainda estaria nas mãos do PT, Joesley e Globo mamando no BNDES. Isso irrita muita gente



Temer é um conspirador. Foi escolhido por Lula justamente por sua ficha limpa e capacidade excepcional de articular o apoio na Câmara dos Deputados, casa que presidiu em três oportunidades. Combinar Dilma com Temer foi o maior erro de Lula. Temer tinha planos para o Brasil e nunca escondeu de ninguém seu desejo de implantar reformas estruturantes para o país. Dilma era arrogante, gostava de mandar em tudo, não aceitava conselhos e tratava Temer como um vice-decorativo, a quem só recorria quando estava desesperada para aprovar algo no parlamento.

Dilma mentiu e tentou omitir seus desmandos na gestão das contas públicas e afundou o país na pior recessão de sua história. Foi bom para o país que Temer estivesse no lugar certo e na hora certa. Entre acobertar os mal feitos de Dilma e se tornar cúmplice das bandalheiras do PT no governo, Temer preferiu conspirar. A favor do Brasil.

Em pouco mais de um ano, o 'conspirador' recolocou a economia nos trilhos, destruiu a máquina de financiamento da esquerda bolivariana colocando um fim nos empréstimos camaradas do BNDES a empresas amigas do PT. De modo sistemático, Temer atuou em outras frentes que vendiam simpatia ao lulopetismo, como os meios de comunicação e jornalistas de aluguel que viviam das verbas generosas da Secretaria de Comunicação do governo. Determinou o fim dos repasses de dinheiro público aos movimentos sociais, destruiu a elite artística que vivia do talento de arrancar dinheiro do contribuinte através da Lei Rouanet e colocou fim no imposto sindical obrigatório. Não é por acaso que toda essa gente tem saudades de Dilma e odeiam Temer. O vampiro conspirador que preferiu defender os interesses do país a ficar ao lado dos bandidos que assaltaram os cofres públicos por mais de uma década e meia.

Segundo editorial publicado no Estadão nesta segunda-feira, "O Brasil começou a dar sinais alentadores de recuperação econômica, depois da trágica administração de Dilma Rousseff. Em pouco mais de um ano sob o governo Temer, a taxa básica de juros recuou de 14,25% ao ano para 8,25%; a inflação, que era de 9,28% em abril de 2016, deve fechar 2017 em torno de 3%, recuperando parte do poder de compra perdido durante os irresponsáveis anos petistas; o desemprego começou a ceder; e a produção da indústria, que chegou a cair 11,4% em março de 2016, voltou a subir, assim como as vendas do varejo.

Tudo isso aconteceu porque o atual governo agiu de forma célere e responsável para debelar a crise legada por Dilma, adotando políticas de austeridade e fazendo aprovar reformas com vista ao equilíbrio das contas públicas.

Mesmo assim, o porcentual de entrevistados pelo Ibope que consideram o governo de Temer melhor que o de Dilma é de apenas 8%, ao passo que 59% consideram o desempenho do atual presidente pior do que o da petista. São números que não encontram correspondência com a realidade, sob nenhum aspecto, e só podem ser resultado da desinformação que campeia nestes tempos de fake news".

Realmente. De acordo com a Globo, seus satélites e o Datafolha, o Brasil está com saudades de Lula e Dilma. Temer é apenas um vampiro conspirador que quer destruir o país. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget