linkaki

Não fosse o ladrão, não haveria Lava Jato, Sérgio Moro seria um desconhecido e o Brasil não teria quebrado



O ex-presidente Lula, os petistas e os representantes da esquerda se queixam que a Lava Jato é um instrumento de perseguição política contra o petista. Mas o fato é que a Lava Jato não existiria, não fosse o plano de poder que tinha como fonte de sustentação toda uma estrutura de corrupção concebida por Lula, seus cúmplices do PT e demais representantes da esquerda.

Não fosse a ganância por dinheiro, a sede desmesurada por poder, a certeza da impunidade, a arrogância a também a incompetência do chefe da organização criminosa que comandou o maior assalto da história da República, certamente o juiz Sérgio Moro seria um grande anônimo dos brasileiros.

Lula, Dilma, o PT e as esquerdas brasileiras são a razão da Operação Lava Jato existir. Sem o comando e a conivência deles, ninguém roubaria na Petrobras, no BNDES ou em qualquer órgão público. Eles aparelharam o Estado, as estatais, os bancos públicos, colocando ladrões instruídos a desviar e partilhar propinas entre si, numa orgia de corrupção que parecia não ter fim. Espalharam o câncer da corrupção e roubaram onde colocaram as mãos. 

Informe seu Email para receber notícias :