\imprensa Viva
.

Imprensa trata Lula como candidato à Presidência e Temer como chefe da organização criminosa. O povo cai como patinho



Movidos por interesses obscuros, os meios de comunicação do país estão tentando promover uma das mais vergonhosas inversões de valores de que se tem notícia. A guinada dos grandes grupos de comunicação à esquerda nos últimos meses até que poderia ser vista com naturalidade, considerando alguns aspectos históricos. Boa parte dos jornalistas, professores de jornalistas, além dos representantes da classe artística, ainda carregam o ranço obsoleto do repúdio aos militares. Muitos se dizem vítimas da ditadura e alimentam o pensamento obtuso no qual ser de esquerda é a úncia forma de contestar eventuais violações do Estado Democrático de Direito do passado,

Para estas mentes pouco funcionais, a esquerda é a única corrente ideológica habilitada para defender valores democráticos, como a liberdade de expressão. O problema é que são justamente estes representantes da esquerda corrupta do Brasil os que mais combatem o direito do cidadão de expressar suas opiniões e contestar suas imposições. Os jornalistas e representantes da esquerda, por sua herança ideológica distorcida, são incapazes de conviver com o contraditório ou reconhecer suas derrotas, mesmo após o Brasil ser comido o pão que o diabo amassou nas mãos dos governos corruptos do PT de Lula e Dilma.

São estas pessoas que agora atacam o governo Temer, apontando o presidente que tirou o país da pior recessão da história como o chefe de organização criminosa, enquanto apontam o ex-presidente Lula, o verdadeiro chefe da organização criminosa que vitimou o país por mais de treze anos, como candidato à Presidência.

Considerando o fato de que toda esta cretinice parte justamente dos setores mais afetados pela gestão do atual governo, como a própria esquerda corrupta banida da administração pública e das estatais, os jornalistas de aluguel e grupos de comunicação que viveram dias de bonança com as generosas verbas publicitárias dos governos petistas, os sindicalistas, os líderes de movimentos sociais como o MST, os artistas órfãos da Lei Rounaet, os rentistas bilionários, os bancos e os especuladores do mercado financeiro que se beneficiavam da inflação e dos juros altos, enfim. Todos aqueles que atacam o atual governo e defendem a candidatura de um criminoso condenado foram justamente os mais afetados pelas mudanças da atual gestão. Apesar de outros nomes tentarem se vender como opositores ferrenhos do PT, Temer é de longe o maior carrasco da esquerda de todos os tempos. O atual presidente simplesmente quebrou as pernas do partido, cortou suas fontes de financiamento com dinheiro do contribuinte e impôs derrotas humilhantes aos cúmplices de Lula e Dilma no Congresso. Não é difícil deduzir que estes inimigos do país e da família brasileira querem a volta da esquerda corrupta ao poder.

É fato que Temer, mesmo sendo um mero presidente transitório incumbido de promover a transição democrática do país nas eleições de 2018, fez muito mais em apenas um ano e meio que praticamente todos seus antecessores. Também é fato que a Globo patrocinou a conspiração de Janot e Joesley Batista para derrubar o governo. Até o momento, Temer conseguiu comprovar os crimes praticados por seus detratores, enquanto eles não conseguiram comprovar nenhum crime contra o presidente. A próxima eleição está logo ali e Temer poderá ser investigado e julgado após deixar a presidência, mesmo que ele se eleja deputado. A vergonha em todo este episódio é justamente o fato dos canalhas da imprensa tentar de todas as formas desqualificar o atual presidente enquanto se esforçam para promover o ex-presidente Lula, um criminoso condenado, como candidato à Presidência.

Estão saudosos do governo corrupto da ex-presidente Dilma, o pau mandado de Lula que foi acusada de roubar até a faixa presidencial. Uma reportagem publicada na VEJA revelou que uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) descobriu que, depois de ser comprada por 55.000 reais, a nova faixa presidencial simplesmente desapareceu quando Dilma deixou o Palácio do Planalto após o impeachment. Após a descoberta do TCU, a faixa reapareceu misteriosamente em um armário que já havia sido vasculhado pelos funcionários do órgão. O que acontece no país é algo tão ou mais vergonhoso que este e outros episódios de roubos atribuídos a Lula e Dilma. A imprensa do país deve ter alguma faixa roubada escondida e planeja colocá-la no pescoço de Lula, o criminoso condenado que ainda tem seis sentenças pela frente.                   
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget