\imprensa Viva
.

Gregório Duvivier, o mesmo que defende os ladrões do PT, chama críticos de criança tocando homem nu de pedófilos



O humorista Gregório Duvivier publicou um artigo na Folha defendendo a performance 'artística' no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) onde uma criança em torno de cinco anos que foi filmada interagindo com um homem nu deitado sobre o chão.

A peça "La Bête" ocorreu na abertura da "Mostra Panorama da Arte Brasileira", realizada na última terça-feira. As imagens chocantes com uma criança tocando os pés do coreógrafo Wagner Schwartz, deitado nu sobre o tatame causou revolta nas redes sociais. Controvérsias à parte, qualquer cidadão, em qualquer lugar do mundo, possui o direito de se indignar com o espetáculo de insensatez promovido pelo MAM. A simples presença de crianças no local já significa uma agressão. Permitir a interação (contato físico) de crianças com um homem com a genitália exposta é mais que absurdo. Caso a cena fosse registrada em qualquer outra circunstância, todos seriam presos, pois se trata de um flagrante de violação da LEI Nº 11.829 , de 2008, um aprimoramento da Lei  8.069  de 1990, que trata do Estatuto da Criança e do Adolescente.

"Art. 240 . Produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente:

Pena - reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa.

§ 1o Incorre nas mesmas penas quem agencia, facilita, recruta, coage, ou de qualquer modo intermedeia a participação de criança ou adolescente nas cenas referidas no caput deste artigo, ou ainda quem com esses contracena.

§ 2o Aumenta-se a pena de 1/3 (um terço) se o agente comete o crime:

I - no exercício de cargo ou função pública ou a pretexto de exercê-la;

Mas como o espetáculo grotesco ocorreu dentro de um Museu, pode. Como era de se esperar, logo surgiram os defensores histéricos da 'manifestação artística'. Um idiota nu deitado no chão cercado de crianças, no entender de algumas pessoas, é arte. O curioso é que a peça ocorre na esteira do espetáculo deprimente de pornografia e pedofilia "Queermuseu", a infeliz exposição do Santander Cultural.

Gregório Duvivier, o mesmo que defende vigorosamente os corruptos do PT e os criminosos que financiaram o plano de poder de Lula e Dilma, como Joesley Batista e Marcelo Odebrecht, resolveu entrar em cena para defender o espetáculo degradante do MAM:

"Sugiro às pessoas que viram erotismo nessa cena que procurem tratamento psicológico. Amigo, você sofre de alguma doença grave: ou tem tesão em crianças, ou tem tesão em pés, ou tem tesão em crianças tocando em pés. Ou é pedófilo, ou podófilo, ou pedopodófilo".

O rapaz não é diferente de seus pares defensores da esquerda corrupta. São pessoas que não suportam a diversidade de opiniões, que não sabem conviver com o contraditório. A tirania em impor suas opiniões é manifesta em seu comentário acima. No entender do humorista, as aberrações humanas que expuseram crianças a um doente nu são as vítimas de uma sociedade composta por pedófilos.

Gregório não é diferente de seus pares. São seguidores do socialista Herbert Marcuse.




_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget