\imprensa Viva
.

Dilma queria Sérgio Cabral como seu vice no lugar de Temer na eleição de 2014.



O povo está reclamando de barriga cheia. A situação do país poderia estar bem pior, caso os planos do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral e da ex-presidente Dilma Rousseff tivessem prosperado.

"Em 2014, o PMDB rachou com as investidas do então governador, hoje preso e condenado por corrupção a meio século de cadeia, para tomar o lugar de Temer na chapa de reeleição de Dilma" informa a coluna de Claudio Humberto, do Diário do Poder.

Das duas uma. Ou Dilma ainda seria a presidente da República nos dias de hoje, o o Brasil teria ninguém menos que Sérgio Cabral como presidente. Temer fez muito bem em se manter na vigília. Desde as manifestações de junho de 2013, o peemedebista já vinha demonstrando preocupação com os rumos do país. Temer chegou a apresentar seu projeto "Ponte para o Futuro", mas Dilma simplesmente ignorou seus conselhos e disse que ele era apenas um vice decorativo. Quando a situação começou a fugir do controle, Temer não teve dúvidas e escolheu ficar do lado do Brasil, livrando o povo da raça de corruptos do PT.

Fonte: Diário do Poder
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget