\imprensa Viva
.

Dilma quer voltar à Presidência. Petista entra com ação para anular o impeachment com base na delação de Funaro



A obra do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot em suas flechadas contra o presidente Michel Temer tem outros propósitos igualmente nefastos para o País. A ex-presidente Dilma Rousseff pretende marcar um gol com a bola levantada por Janot na segunda denúncia e usar a delação de Lúcio Funaro para tentar anular seu impeachment votado no Senado no dia 31 de agosto de 2016.

Segundo a defesa da petista, o processo é ‘nulo’ porque, no acordo de colaboração do doleiro fica ‘demonstrado que o ex-deputado Eduardo Cunha comprou votos de parlamentares em favor do impeachment’. Dilma finge ignorar o crime de responsabilidade fiscal e o rombo de R$ 170 bilhões no caixa da União. A petista também não fala que foi o fruto de sua incompetência e de seus crimes na gestão das contas públicas que causou a maior recessão da história do país, deixando 14 milhões de desempregados.

Como os brasileiros parecem ter engolido a campanha movida pela Globo, Janot e Joesley contra o presidente Michel Temer, qualquer um agora quer ser presidente do Brasil, Dilma também vê possibilidade de se aproveitar da zona criada pela Globo e pelos palhaços na imprensa. Seria até bom para o povo que critica tanto Temer se Dilma voltasse. A economia iria bombar com o PT no poder e Lula ministro.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget