\imprensa Viva
.

Dilma é cúmplice de Lula no assalto à Petrobras, confirma Palocci



A ex-presidente Dilma Rousseff teve um papel fundamental no assalto praticado pelo PT na Petrobras. A petista ocupou a Presidência do Conselho de Administração da Petrobras entre os anos de 2003 até 2010, quando deixou o cargo para assumir seu primeiro mandato na Presidência da República.

A capacidade de Dilma em articular esquemas de corrupção bem engendrados e levar dinheiro como nunca para o caixa do PT lhe valeu a indicação do ex-presidente Lula como sua sucessora. O petista estava tão entusiasmado com a capacidade de Dilma de roubar sem piscar um olho que ignorou uma fila enorme dentro do partido de possíveis nomes históricos para sucedê-lo, como Marina Silva, Tarso Genro e Aloísio Mercadante. Como em qualquer organização criminosa, quem traz mais dinheiro sobe mais rápido e Dilma fez por merecer.

Como Dilma precisava se dedicar à campanha de 2010 e não poderia mais gerenciar os esquemas de desvios na Petrobras, o ex-presidente Lula convocou uma reunião para definir os responsáveis pela continuidade no assalto à estatal. A reunião no Palácio do Planalto contou com a presença da própria Dilma, do então presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli e o do ex-ministro Antonio Palocci,. No início de setembro, Palocci relatou ao juiz Sérgio Moro o que ouviu da boca do ex-presidente Lula:

“Ele disse: ‘eu chamei vocês aqui por que o pré-sal é o passaporte do Brasil para o futuro, ele que vai dar combustível para um projeto politico de longo prazo no Brasil, ele vai pagar as contas nacionais, vai ser o grande financiador dos grandes projetos do Brasil, e eu quero que o Gabrieli faça as sondas pensando nesse grande projeto para o Brasil. Mas o Palocci está aqui, Gabrielli, porque ele vai lhe acompanhar nesse projeto, porque ele vai ter total sucesso e para que garanta que uma parcela desses projetos financie a campanha dessa companheira Dilma Rousseff, que eu quero ver presidente do Brasil’”, relatou o ex-ministro a Moro.

Na prática, aquela era uma cerimônia na qual Dilma e Lula passavam a chave dos cofres da Petrobras a Palocci, para que ele continuasse roubando no lugar da petista. A Dilma, a mesma que anda dando entrevistas na imprensa, que é adorada por artistas e ministros do STF,  que se diz vítima de um golpe e que está neste momento viajando pela Europa com o dinheiro do contribuinte é cúmplice de Lula no maior assalto aos cofres públicos da história do Brasil. Estima-se que o PT desviou mais de R$ 6 bilhões da Petrobras ao longo da última década e meia sob o comando dos dois líderes petistas. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget