\imprensa Viva
.

Desgaste da esquerda tem pai, mãe e causas. Corrupção de Lula, incompetência de Dilma e um Brasil ferido.



Apesar da forcinha de setores da imprensa e dos meios artísticos, a esquerda brasileira dificilmente vai se recuperar do desgaste sofrido pela inconsequência, corrupção e incompetência de seus líderes e aliados. As bandeiras da esquerda associadas ao PT e aos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma deixaram marcas profundas e indeléveis na nação, após treze anos de atividade frenética em esquemas de corrupção e destruição dos fundamentos da economia do país.

A imagem da esquerda perante a opinião pública mais consciente dos fatos está tão decomposta que até as pessoas que participam do esforço para preservar um mínimo de participação destas bandeiras na cena política estão sofrendo desgastes em suas imagens. Obviamente, o esforço dos jornalistas, artistas e ativistas da esquerda não visam alcançar o cidadão médio, capaz de formar suas próprias opiniões. Entre os formadores de opinião, setores empresarias e da economia, a imagem destas pessoas foi completamente comprometida por conta desta cumplicidade Reputações foram literalmente jogadas no lixo em nome da defesa de algo indefensável aos olhos de qualquer pessoa sensata.

É pouco provável que a esquerda brasileira reconquiste seu lugar na preferência do eleitorado ao longo das próximas décadas, mesmo considerando a renovação de seus líderes políticos. Já quanto aqueles que se aventuraram a desafiar a lógica dos fatos, não há como voltar atrás. Artistas, jornalistas e ativistas de esquerda que apostaram contra o país para defender a esquerda corrupta responsável por assaltos bilionários e 14 milhões de desempregados não terão qualquer chance de recuperar suas reputações.

A esquerda corrupta, através de seus artistas, jornalistas e ativistas histéricos, se queixam pelo fato de Lula e Dilma não serem mais aceitos pelo povo como líderes políticos. É fato que os dois petistas não podem nem mais andar nas ruas, diante da certeza de que serão duramente hostilizados pela população. Se algum dos dois prestasse, estariam numa situação mais confortável e não não enfrentariam reações tão traumáticas. Lula não seria um criminoso condenado e réu em seis ações penais, e Dilma ainda seria a presidente da República. O problema que a esquerda não entende é que não há como reverter a história. Na opinião da maioria dos brasileiros sensatos, Lula e Dilma são imundices que devem ser banidas da vida política nacional.  
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget