\imprensa Viva
.

Brasil volta para as mãos do PT em 2018, graças a capacidade da esquerda, da Globo e judiciário em manipular o povo

Após 13 anos nas mãos de bandidos, Brasil continua ameaçado por gangues da esquerda, da Globo e até do judiciário. 


A cobiça pelo poder central do Brasil nunca foi tão acirrada. Embora milhões de pessoas ainda não tenham se dado conta, uma batalha suja travada por pessoas inescrupulosas ocorre descaradamente em setores da imprensa, da oposição e do judiciário.

As três forças que tentam de todas as formas desestabilizar o atual governo têm um objetivo comum: retomar o poder do Estado e resgatar a chave dos cofres onde está o dinheiro do povo, voltar a integrar o centro de tomada de decisões e retomar a influência perdida com a queda do governo mais corrupto da história do país.

Como já se viu até aqui, vale tudo nesta batalha suja patrocinada pela Rede Globo, demais setores da imprensa, a turma bolivariana do judiciário e a esquerda corrupta que perdeu completamente o poder de roubar.

Ao que tudo indica, o Brasil vai acabar parando nas mãos desta escória novamente. O poder de influência destas gangues sobre o eleitor é muito grande e eles serão capazes de tudo para retomar o poder. Vão continuar mentindo, conspirando e sabotando o atual governo visando retomar o controle do processo sucessório em 2018.

O Brasil nunca esteve numa situação tão confortável em relação ao futuro da economia. Segundo artigo publicado no Estadão, "Depois de passar dois anos consumindo apenas o básico, as famílias de baixa renda estão aos poucos retomando as compras. O recuo no preço dos alimentos, que pesa mais no bolso dos mais pobres, está abrindo espaço para gastos que até pouco tempo essa parcela da população não pensava em fazer, como comprar um eletrodoméstico novo ou trocar o carro usado por um melhor".

"Em setembro, o fluxo de pessoas nos shoppings do País teve o maior crescimento desde 2015, puxado pelos shoppings populares. Trabalhadores que ganham até dois salários mínimos são maioria entre os que limparam o nome no serviço eletrônico da Serasa Experian. E nas lojas de eletrodomésticos, outro sinal concreto: a venda de TVs básicas, por exemplo, está crescendo mais do que a dos aparelhos mais sofisticados."

O nível de atividade nacional voltou a crescer no primeiro semestre deste ano depois da longa e mais profunda recessão da história, evolução que ocorre devido a efeitos positivos gerados por políticas macroeconômicas adotadas pelo governo Temer em várias frentes.

Uma das mais importantes, a reforma trabalhista, promete alavancar a geração de mais de dois milhões de empregos até fevereiro de 2018, um feito extraordinário, levando em conta que Temer assumiu o governo em meio a mais profunda recessão da história. Coordenador de políticas efetivas em todos os ministérios, Temer conseguiu recolocar o país nos trilho, conforme pode ser verificado no gráfico abaixo:



Apesar dos esforços do governo em tirar o país da crise, a população tem sido manipulada pela imprensa, pela esquerda e por setores do judiciário insatisfeitos com a perda de prestígio, de influência e de acesso a informações privilegiadas que lhes renderam milhões ao longo dos governos corruptos do PT. A população está sendo induzida a se voltar contra o governo com um único propósito: permitir a ascensão de um tradicional aliado das elites que sempre comandaram o país, como Luciano Huck, Lula ou outro candidato que ainda deve surgir nos próximos meses. A composição de forças da esquerda está em pleno curso. Isso sem contar o poder das urnas manipuladas e sem voto impresso. A única forma de minimizar estes riscos é ampliar o debate. Ainda que muitos não concordem com o teor desta matéria, seria salutar debater na área de comentários, compartilhar nas redes sociais e discutir estas possibilidades com as pessoas próximas.

Fazem parte deste projeto de retomada do poder os tradicionais grupos de comunicação do país, a elite rentista que vivia dos juros altos e da inflação galopante, os bancos, os movimentos sociais, sindicatos, artistas que perderam suas mamatas da Lei Rouanet e setores do judiciário e MPF bolivarianos, que participaram da vergonhosa conspiração envolvendo os criminosos da JBS. Joesley Batista, o açougueiro criminoso da Friboi, distribuía bilhões para empresas como a Globo, para ministros, artistas globais e atuava fortemente com especulação no mercado financeiro. Toda essa gente está muito insatisfeita com o atual governo.

Como explicar o fato de Temer ter se tornado alvo de tantas ilações e ataques de toda sorte? Desde que assumiu o governo há quase um ano e meio, Temer está garantindo a continuidade da Operação Lava Jato, manteve o comando da Polícia Federal nas mão de Leandro Daiello e determinou que  ministro da Justiça, Torquato Jardim, assegure a continuidade da maior investigação sobre corrupção no país. Com a nova PGR, a Lava Jato está mais viva que nunca e deve deflagrar a maior operação de sua história ainda este ano. Isto é um fato que incomoda muita gente. O temor de empresas poderosas é justamente o avanço da investigação sobre os crimes no BNDES. Não é por acaso que a Globo vem tentando desqualificar a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge e o juiz Sérgio Moro. 

Mesmo tendo tirado o país da pior recessão de sua história, Temer é descrito pelos meios de comunicação como o pior presidente que o Brasil já teve. Será que é isso mesmo? Ou ele está apenas cumprindo seu papel de presidente transitório, encarregado de conduzir o país até as eleições de 2018, que estão logo ali? Por que tanto desespero para desestabilizar seu governo ou até mesmo lhe tomar o mandato? Há alguma prova efetiva e irrefutável que desabone sua conduta ou existem apenas ilações lançadas justamente por aqueles que pretendem tomar seu lugar, como ficou claro na gravação em que Joesley Batista afirma que era exatamente isso que queria o ex-procurador-geral Rodrigo Janot? Os cretinos da imprensa sabem bem disso e mesmo diante destes fatos, insistem na cretinice. 

Nunca na história do país houve uma batalha tão suja e ardilosa para a tomada do poder do Estado. Estas forças continuam atuantes e não irão desistir tão facilmente. Diante da falta de capacidade da população em compreender o que de fato está em jogo, é grande a chance do Brasil parar nas mãos das mesmas gangues que assaltaram o país ao longo das últimas décadas.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget