\imprensa Viva
.

Pesadelo de Lula se confirma. Palocci incriminou mortalmente o ex-presidente em depoimento a Sérgio Moro



O maior pesadelo de Lula e do PT se confirmou nesta quarta-feira, 06. O ex-ministro Antonio Palocci afirmou em depoimento ao juiz Sérgio Moro que o PT tinha uma espécie de "pacto de sangue" com a Odebrecht e que o partido tinha R$ 300 milhões em propina a receber da empreiteira. O advogado do ex-ministro, Adriano Bretas, confirmou Palocci chegou a entregar R$ 4 milhões em dinheiro ao ex-presidente Lula.

Como a confirmação do envolvimento direto de lula no esquema de propinas da Odebrecht partiu não apenas de um membro da cúpula do PT, mas também do responsável pela gestão da conta de Lula no banco de propina da empreiteira, dirigentes do partido veem a situação como irremediável.

Palocci confirmou ao juiz Sérgio Moro que Lula tinha pleno conhecimento sobre a aquisição de um terreno para o Instituto Lula e de um imóvel vizinho ao apartamento do ex-presidente, em São Bernardo do Campo.

"Especificamente no que tange o assunto do Instituto Lula, que é o objeto dessa ação, ficou absolutamente claro que esse assunto foi deliberado conjuntamente por um colegiado de pessoas composto por Paulo Okamotto, José Carlos Bumlai, Roberto Teixeira, o próprio Antonio Palocci, que não nega o seu mea culpa, não se exime da sua responsabilidade", confirmou o advogado do ex-ministro petistas.

"Mas que também admite e reconhece que integrava esse colegiado também o ex-presidente Lula, que participou e acompanhou, par e passo, cada passo do andamento dessa operação, que culminou pela compra desse imóvel", completou o advogado de Palocci.

Segundo denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula recebeu o terreno e o imóvel como vantagem indevida da Odebrecht.

Neste processo, Palocci responde pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele já foi condenado em outra ação da Lava Jato e está preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) na capital paranaense.

Lula foi denunciado neste caso em 15 dezembro de 2016, e o juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia quatro dias depois. Segundo o MPF, a Construtora Norberto Odebrecht pagou R$ 12.422.000 pelo terreno onde seria construída a nova sede do Instituto Lula. Esta obra não foi executada. A denúncia afirma também que Lula recebeu, como vantagem indevida, a cobertura vizinha à residência onde vive.

Veja AQUI os vídeos com o depoimento devastador de Antonio Palocci contra Lula e Dilma
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget