\imprensa Viva
.

Para blindar Lula, Janot rejeita acordo de delação negociado pela Polícia Federal com Duda Mendonça



No apagar das luzes, o Procurador-Geral da República Rodrigo Janot barrou o acordo de delação premiada do marqueteiro Duda Mendonça, negociada com delegados da Polícia Federal.

Desde o ano passado, Duda vinha tentando furar o bloqueio de Janot na PGR sem sucesso. Este ano, o publicitário começou a negociação com a Polícia Federal concluída há poucos dias. A PF deve tentar a homologação via Supremo Tribunal Federal.

Mesmo assim, Janot já recomendou que o ministro do STF, Edson Fachin, rejeite a homologação do acordo, alegando que Duda Mendonça estaria sofrendo "pressão psicológica".

Janot também apresentou ao STF no ano passado uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin)  contra os acordos fechados pela polícia --época em que a PF obteve a colaboração premiada da empresária Vanessa Daniella, da agência Pepper, na Operação Acrônimo, que compromete diretamente a ex-presidente Dilma e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

Na sequência, Janot também vetou o acordo de delação premiada firmado pela Polícia Federal com o publicitário Marcos Valério, operador do mensalão do PT.

Janot deixa o cargo no dia 17 de setembro, mas deve contar com a eterna colaboração de seu fiel escudeiro no STF, o ministro Edson Fachin, mais conhecido como 'ursão de Dilma'

Com informações do UOL
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget