\imprensa Viva
.

Na JBS, Joesley Batista movimentou R$ 248 bilhões de forma suspeita com o PT de Lula e Dilma, diz Receita Federal



Graças aos esquemas de corrupção durante os governos do PT e o dinheiro do contribuinte do BNDES, o pequeno frigorífico Friboi se transformou no gigantes JBS, uma organização criminosa que tinha entre suas principais atividades, corromper e financiar políticos corruptos, como o próprio Lula e Dilma.

Segundo dados Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão do Ministério da Fazenda responsável pela prevenção e pelo combate à lavagem de dinheiro, as empresas dos irmãos Batista movimentaram 248 bilhões de reais em transações suspeitas nos últimos 14 anos. Essa conclusão está nas 139 páginas de um relatório preliminar do Coaf. O dinheiro foi movimentado em operações suspeitas entre 2007 e 2015, justamente durante os governos de Lula e Dilma.

A Veja teve acesso ao material, que segundo a reportagem,  "é considerado um dos mais complexos já produzidos pelo Coaf, e comprova parte do que executivos da JBS confessaram em delação premiada. Os documentos também trazem casos novos e detalham caminhos percorridos pelo dinheiro que era destinado a parlamentares, ministros, ex-ministros, partidos políticos ou operadores de propinas.

Na última quinta-feira, 21, os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, foram indiciados pela Polícia Federal por uso indevido de informações privilegiadas e manipulação do mercado de ações para alcançar lucros extraordinários. Os executivos estão presos na Superintendência da PF, em São Paulo, desde a semana retrasada.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget