\imprensa Viva
.

Lula exige que Moro libere do dinheiro bloqueado e alega que, como cônjuge, Marisa tinha direito à metade da propina



O ex-presidente voltou a usar o nome de sua mulher Marisa Letícia, falecida em fevereiro deste ano, de forma pouco nobre. Através de sua defesa, o petista exige que o juiz Sérgio Moro libere parte dos recursos bloqueados em suas contas, alegando a metade do dinheiro bloqueado pertenceria à sua mulher falecida, por direito.

A defesa do petista se recusou a apresentar os documentos exigidos por Moro para provar que a ex-primeira-dama Marisa Letícia tem alguma relação com o dinheiro bloqueado. "[Não há] que se fazer qualquer demonstração adicional para que o direito seja reconhecido", diz a defesa. "O regime de comunhão universal importa a comunicação de todos os bens do casal, como regra geral".

A defesa de Lula, porém, apresentou somente a certidão do casamento entre Lula e Marisa, realizado em 1974. No recurso, os defensores dizem que "é premente" retirar o bloqueio de bens de Lula que fazem parte da comunhão com Marisa, que seriam "todos os seus bens existentes na data de 3 de fevereiro de 2017".
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget