\imprensa Viva
.

Joesley estaria disposto a torrar bilhões para ganhar liberdade e meter o pé para os EUA, para onde levou 80% da JBS



Dinheiro é o que não falta e nem deve faltar ao criminoso Joesley Batista, que deu início esta semana em sua cruzada para se safar da prisão. Despido de seu manto mágico de impunidade, o açougueiro foi preso preventivamente, sem previsão de soltura. Ao que tudo indica, Joesley poderá mofar pelo menos 20 anos na prisão, tendo em vista o rosário de crimes que confessou e desconversou em seu acordo de delação premiadíssima que foi pras cucuia.

Como se não bastasse, Joesley se tornou presa fácil para a Justiça e pode se tornar alvo de dezenas de processos no decorrer dos próximos meses.  A previsão das desventuras em série não é propriamente um exercício de pessimismo, sob o ponto de vista jurídico. O açougueiro e seus cúmplices estão muito encrencados mesmo.

Esta semana, a defesa de Joesley e Wesley Batista impetrou nesta sexta-feira pedido de Habeas Corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça para revogar a prisão preventiva dos executivos da JBS. Ambos estão presos preventivamente por ordem do juiz João Batista Gonçalves, da 6.ª Vara Criminal Federal de São Paulo. O magistrado manteve a prisão preventiva dos empresários a pedido do Ministério Público Federal. Foi apenas a primeira derrota.

Mas a julgar pela fortuna e pela disposição dos irmãos Batista em se esquivar das leis, a tendência é a de que os açougueiros estejam dispostos a torrar bilhões para se livrarem da cadeia e meter o pé para os Estados Unidos, para onde levaram 80% de suas empresas. É possível disponibilizem alguns milhões para gastar com advogados e outros tantos milhões para comprar sentenças favoráveis por fora. O que pode equilibrar a balança da Justiça é que os criminosos possuem tanto dinheiro quanto problemas com a lei.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget