\imprensa Viva
.

Joesley Batista nas mãos de Sérgio Moro. PGR pede ao STF envio do inquérito da JBS para o juiz da Lava Jato



O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Edson Fachin, relatos da Lava Jato na Corte, já tem sobre sua mesa um pedido encaminhado pela Procuradoria-Geral da República um pedido para que encaminhe o inquérito contra Joesley Batista e Ricardo Saud para o juiz federal Sérgio Moro.

Joesley e Ricardo Saud efetuaram pagamentos para a irmã de Lucio Funaro, Roberta Funaro, para  impedir que o doleiro fechasse um acordo de delação. Os dois foram denunciados ao STF nesta quarta-feira, 14, pelo crime de obstrução da Justiça. O ministro do STF Edson Fachin inclusive já decretou a prisão preventiva (por tempo indeterminado) dos dois criminosos. Como praticamente perderam o direito a imunidade penal após o cancelamento do acordo de delação, o inquérito contra Joesley e Ricardo Saud deve ser remetido para a 13ª Vara Federal de Curitiba, cujo titular é o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na Primeira Instância.

No pedido da PGR sobre a mesa de Fachin, consta que “os demais membros da organização pertencentes a outros núcleos, como Joesley Batista e Ricardo Saud, ou mesmo do núcleo político que não foram objeto de imputação devem ter suas condutas avaliadas pelo Juízo competente, no caso , o Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba” perante o qual tramitam as seguintes ações’.

A PGR pede ainda o desmembramento do inquérito 4.327, remetendo-se cópia de todo o apuratório, bem como da denúncia oferecida, para a 13ª Vara a fim de que seja dada continuidade às investigações em face dos demais envolvidos, não detentores de foro por prerrogativa de função, inclusive Joesley Batista e Ricardo Saud’.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget