\imprensa Viva
.

Globo tentou anular prisão de Antonio Palocci e atacou o juiz Sérgio Moro



O colunista Lauro Jardim, do GLOBO, resolveu pagar de advogado de Antonio Palocci e fornecer argumentos para que petistas pleiteiem a anulação do depoimento bombástico do ex-ministro. Na ocasião da prisão do petista, o jornal publicou um artigo no qual contestava a decisão do juiz Sérgio Moro.

Para atacar Moro, chamando-o de presunçoso, a publicação foi buscar referência em um voto de 2010 do ministro do Supremo Tribunal Federal,  Celso de Mello.

"A decisão de Sergio Moro (foto) de prender temporariamente Antonio Palocci, ontem, vai contra a jurisprudência do STF sobre a decretação de prisões cautelares. Um voto de Celso de Mello de 2010 impede que o pedido de prisão se baseie em presunções".

Moro, em sua decisão, baseia a prisão de Palocci pelo "risco à ordem pública", ou seja, ele voltar a receber propina, e pelo "risco à aplicação penal".

Ao explicar por que haveria esses dois riscos, Moro faz duas presunções subjetivas, o que vai contra o entendimento do STF".

A matéria (como pode ser visto aqui) segue na defesa de Antonio Palocci de forma apaixonada, talvez antevendo que o ex-ministro faria uma delação bombástica comprometendo os ex-presidentes Lula e Dilma, como de fato ocorreu nesta quarta-feira, 06. Se você ainda não viu o fantástico depoimento de Palocci, clique AQUI e veja os quatro vídeos na íntegra.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget