linkaki

Fachin deve atender a ultimato e anunciar pedido de prisão de Joesley Batista, Ricardo Saud e Marcelo Miller a qualquer momento



Pressionado pelos colegas do Supremo Tribunal Federal, o ministro Edson Fachin teve que trabalhar neste fim de semana para definir logo a questão sobre os pedidos de prisão do principal acionista do grupo J&F (dono do frigorífico JBS-Friboi), Joesley Batista, do diretor Ricardo Saud e do ex-procurador Marcello Miller. Ao que tudo indica, os colegas de Fachin na corte que foram atingidos nos ombros por uma ejaculação precoce de Joesley, não lhe deram muitas opções. Ou aceita ou aceita os pedidos de prisão enviados ao STF pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que também foi pressionado por todos os lados para acabar logo com a raça dos açougueiros da Friboi.

Por meio de sua defesa, Joesley Batista ainda pediu para ter uma "conversinha" com Fachin antes de sua decisão, mas o ministro do STF preferiu evitar ouvir possíveis chantagens do homem que patrocinou sua campanha ao cargo de ministro do Supremo.

Foram Janot e Fachin os patrocinadores do acordo com os criminosos da JBS/Friboi. Nada mais justo que impor aos dois que desfaçam a lambança e depois se entendam sobre seus problemas com os açougueiros no futuro. 

Informe seu Email para receber notícias :