\imprensa Viva
.

Em nova gravação revelada pela Veja, Joesley fala que Janot queria derrubar temer para ser presidente da República



A Veja acaba de revelar detalhes sobre uma nova gravação entre os delatores da JBS realizada no período em que Joesley Batista e Ricardo Saud negociavam a colaboração premiada com o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Em uma das gravações, "Joesley e Saud haviam acabado de deixar a sede da PGR, onde se reuniram para mais uma rodada de negociações. No caminho para o aeroporto, eles conversam com Francisco de Assis e Silva, o diretor jurídico do grupo, sobre as impressões captadas na reunião.

Na sequência, Ricardo Saud afirma que “Eles (os procuradores) querem f… o PMDB”. Em outro momento, Joesley diz: “Janot quer ou ele ser o presidente da República, ou indicar quem vai ser”.

Em outro trecho da conversa, Joesley fala da imunidade que ganhou de presente e em sumir do Brasil logo após soltar a bomba programada por Janot. A advogada Fernanda Tórtima afirma que a "PGR não perderia a oportunidade de fechar o acordo. Em função disso, diz Fernanda, a melhor opção para os dois lados da mesa de negociações seria mesmo que o delator deixasse o país. “Pra eles [procuradores] é bom que você se pirulite do Brasil também. Se for pra dar imunidade, que seja fora pra ninguém ver tua cara, ninguém lembrar que você existe. Você longe daqui, sumido, as pessoas esquecem que você ganhou imunidade”. Ouça o trecho no áudio abaixo:



Com informações da Veja
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget