\imprensa Viva
.

Dilma permitiu assalto à Caixa, praticado por Geddel, Funaro, Cleto Falcão, Cunha, Joesley, Eike Batista e Odebrecht




Não é por acaso que a ex-presidente Dilma Rousseff foi denunciada ao STF por integrar uma organização criminosa comandada pelo ex-presidente Lula. A participação da petista nos bastidores da corrupção do PT remonta ao início do primeiro mandato do ex-presidente Lula, quando Dilma comandou a Petrobras com mão de ferro e permitiu que os cargos estratégicos da estatal fossem todos ocupados por diretores corruptos.

Como ministra das Minas e Energia e como chefe da Casa Civil durante os dois mandatos de Lula, Dilma funcionava efetivamente como a comandante da central de distribuição de cargos e propinas da Petrobras. Isto é o que vai se tornando cada vez mais evidente, na medida em que avançam as investigações da Operação Lava Jato. A mineirinha quietinha sendo desvendada e revelada de forma cada vez mais comprometedora.  Dilma concentrou poderes delegados pelo ex-presidente Lula e por meio da gestão dos esquemas de corrupção dentro do governo, acabou se cacifando como sucessora natural do líder.

A conclusão dos investigadores da Lava Jato é que não há como Dilma ter ficado de fora do esquema de corrupção do petrolão, principal fonte do dinheiro que iria financiar campanhas do PT durante mais de dez anos. Dilma também manteve sua influência junto à Caixa Econômica durante o período em que o ex-presidente Lula cedeu espaço ao ex-deputado Eduardo Cunha no banco público em troca de apoio para a base governista.

O caldo está engrossando para a petista. Na última semana, surgiu a informação de que Dilam se tornou alvo de mais um inquérito no STF, pelo de fato de ter vazado informações confidenciais da Polícia Federal, Dilma usou e-mails falsos para alertar seus marqueteiros João Santana e Mônica Moura de que a Lava-Jato se aproximava deles.

Dilma já havia sido acusada pelo ex-diretor Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, de saber de tudo sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, superfaturada para bombear dinheiro no esquema do petrolão e bolsos privados.

Na esteira dos processos que a petista tem pela frente, há ainda o crime de obstrução de Justiça, cometido por Dilma na tentativa de nomear Lula ministro da Casa Civil, para abrigá-lo no foro privilegiado do STF. O ex-ministro Antonio Palocci, por sua vez, testemunhou que ela estava a par do esquema montado para usar investimentos da Petrobras no pré-sal com a finalidade de financiar o PT, além de sua própria eleição.

Ministra de Minas e Energia e presidente do Conselho de Administração da estatal, Dilma foi, portanto, corresponsável pela desestabilização da empresa, movida a interesses políticos e a ideologia

Os novos problemas de Dilma estão relacionados com a delação do doleiro Lúcio Funaro, nas a petista deve ver sua vida se complicando ainda mais com a delação de seu arqui-inimigo Eduardo Cunha. A confirmação de que , como presidente, Dilma ajudou o próprio Cunha e Geddel Vieira Lima nos esquemas de desvios milionários na Caixa. Segundo a PF, logo que as investigações sobre o caso avançarem, ficará cada vez mais claro que os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador eram provenientes de crimes ocorridos entre 2014 e 2015, quando Dilma ainda era presidente. Para o grupo de investigadores que cuida do caso, tecnicamente não há como colocar estes esquemas criminosos envolvendo a Caixa, a JBS, a Odebrecht e o BNDES conta do atual governo. Os fatos falam por sí,

Enquanto Dilma segue fingindo-se de morta, setores do judiciário e da imprensa tentam atribuir seus crimes ao atual governo. Temer acabou com as nomeações políticas para cargos em todas as estatais e bancos públicos do país. Este, entre outras medidas, ajudou a Petrobrás a se livrar do risco de falência. Desde que assumiu o governo em 2016, o valor da estatal saltou de R$ 47 bilhões para  R$ 280 bilhões em valor de mercado. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget