\imprensa Viva
.

Apos dizer na caravana que estava com sede de ser interrogado por Moro, Lula perde várias ações para fugir do depoimento.



O ex-presidente Lula fracassou em mais uma espetacular tentativa de fugir do juiz Sérgio Moro. A Justiça Federal negou o quinto recurso da defesa do petista e manteve para a quarta-feira, dia 13, em Curitiba, o interrogatório que deverá ser tomado pelo o juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância.

Durante a caravana pelo Nordeste, Lula chegou a afirmar que estava com sede de ser interrogado e se gabou até de ter dispensado a opção de prestar seu depoimento por meio de vídeo conferência. Caso tivesse concordado com a opção oferecida por Moro, o interrogatório de Lula seria antes do depoimento apocalíptico prestado pelo ex-ministro Antonio Palocci na última quarta-feira, 6.

Foi justamente o fato de ter sido diligentemente demolido por seu ex-companheiro que Lula passou a depositar todas suas esperanças em conseguir postergar seu próximo interrogatório, que se dará no âmbito da ação que figura como réu por recebimento de propinas da Odebrecht. Todas as acusações que pesam contra o petista nesta ação foram confirmadas por seu cúmplice e réu na mesma ação, no caso, o ex-ministro Palocci.

Para piorar, Lula soube nesta sexta que a Secretaria de Estado da Segurança Pública já informou que definirá na segunda-feira (11), o esquema de segurança para o novo depoimento do petista ao juiz Sérgio Moro, no prédio da Justiça Federal em Curitiba. Dirigentes do PT alegam que devido a organização e gastos com a caravana do petista pelo nordeste, não houve tempo e recursos necessários para mobilizar a militância para o ato programado para o dia 13, em Curitiba. Segundo dirigentes do partido, há ainda o problema da desmotivação da militância, envergonhada pelos relatos confirmados por Palocci sobre os R$ 300 milhões em propina destinados a Lula pela empreiteira Odebrecht.

Lula exigiu que seus advogados, a exemplo do que foi feito em seu último interrogatório com Moro, entre com outras ações, inclusive no dia 13. A ordem é fazer de tudo para livrá-lo de mais este constrangimento. Caso não consiga adiar seu interrogatório, a única saída restante será se internar no Sírio Libanês.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget