\imprensa Viva
.

Presidentes entram para a história por seus atos. FHC estabilidade, Temer reformas, Dilma incompetente e Lula ladrão



Um presidente da República nunca entra para a história da forma que gostaria pelo simples fato de que logo que assumem os cargos, passam a atender a interesses diversos daqueles que se propuseram. No lugar de governar para o povo, os presidentes do Brasil, e talvez do mundo, atuam na defesa de interesses políticos, ideológicos e de grupos empresariais poderosos.

Nem que eles gostariam de entrar para a história com base naquilo que se gabam de ter feito, das vantagens que contam sobre si em seus discursos de despedida e em suas biografias. Embora sejam eles os responsáveis pelos atos que vão definir seu papel na história, a palavra final é sempre do povo.

Com base nesta realidade, já é possível definir com clareza qual foi o papel de alguns ex-presidentes da República na história do Brasil após a redemocratização do país. Pelo menos quanto aos seus feitos mais relevantes:

José Sarney - Um poeta que não fez nada direito.

Fernando Collor - Um robô da Globo que reformou a casa da Dinda.

Itamar Franco - Um cara topetudo, mas com certo juízo

Fernando Henrique - Um intelectual vaidoso que criou o Plano Real e privatizou muito

Lula - Um ladrão

Dilma - Uma incompetente que quebrou o país.

Temer - Um baixinho da mulher bonita que fez as reformas negligenciadas por todos seus antecessores.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget