\imprensa Viva
.

O sítio é de Temer, mas é Lula que vai ser preso.



Há pouco mais de 90 dias, a revista "Época", da Rede Globo, conseguiu um furo de reportagem extraordinário com a entrevista concedida pelo pobre empresário Joesley Batista, dono da JBS e vítima de um dos mais cruéis regimes de corrupção do país. Joesley afirmou que foi obrigado pelo presidente Michel Temer a embolsar cerca de R$ 60 bilhões dos cofres públicos.

Em sua entrevista à revista "Época", Joesley confirmou que "o presidente Michel Temer lidera a maior e mais perigosa organização criminosa do Brasil".

Segundo Joesley Batista, Temer é um homem perigoso que trancafiava os ex-presidentes Lula e Dilma no porão do Palácio do Planalto, enquanto dava chicotadas no então presidente do BNDES, Luciano Coutinho, para que ele liberasse bilhões para o Grupo JBS.

Agora é perfeitamente possível compreender a extensão da maldade de Temer com os pobres petistas do governo, como os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega. Agora sim, tudo ficou mais claro. Temer é verdadeiro o dono do sítio em Atibaia, do triplex no Guarujá, da cobertura em São Bernardo do Campo e era ele quem embolsava os milhões das palestras feitas por Lula num cruel regime de trabalho escravo. O pobre retirante nordestino sofreu na mão do perverso.

 Conhecido pelos apelidos de "Mordomo" e "Conde Drácula" o satanista Michel Temer também estaria por trás dos assassinatos do prefeito de Santo André, Celso Daniel e de Toninho do PT, segundo a revista Época, da Rede Globo e o empresário Joesley Batista.

Mas as injustiças não param por ai. Esta semana, o ex-presidente Lula foi citado e intimado oficialmente sobre a denúncia que envolve o sítio em Atibaia. A defesa tem até o dia 25 de agosto para apresentar resposta a partir da notificação. O petista se tornou réu pela sexta vez em 1º de agosto por decisão de Sergio Moro, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. Reformas no sítio Santa Bárbara teriam sido pagas pelas empreiteiras Odebrecht e OAS e pelo pecuarista José Carlos Bumlai. O valor, acusa o MPF, chegou a cerca de R$ 1.020.500,00.

O petista, que responde a processos nas operações Zelotes, Janus e Lava Jato, foi condenado nesta última a nove anos e seis meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por meio de um tríplex no Guarujá, construído e reformado pela OAS por cerca de 2,2 milhões de reais.

Enquanto o pobre coitado do Lula paga pelos crimes do mordomo, ele continua morando no Palácio do Jaburu, com aquela taça de vinho na mão, aquele charuto no canto da boca, aquele roupão escarlate de de seda, aquele cabelo molhado, olhando para a Marcela naquela cama enorme... 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget