\imprensa Viva
.

Moro solta Vaccarezza e cobra fiança de R$ 1,5 milhão antes que o STF solte o petista "de graça".



Atento aos movimentos imprevisíveis dos ministros do STF, o juiz federal Sérgio Moro resolveu se antecipar a surpresas desagradáveis e decidiu soltar o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, em caráter temporário, durante a deflagração da 44ª fase da Operação Lava Jato, batizada como "Abate".

No despacho, Moro determinou que o ex-líder dos governos Lula e Dilma deverá pagar fiança de R$ 1.522.700,00. O pagamento poderá ser feito 10 dias depois da saída dele da cadeia. Para ter direito ao habeas corpus, ele deverá assinar um termo de compromisso, garantindo que poderá depositar o dinheiro no prazo determinado por Moro.

A defesa de Cândido Vaccarezza alegou que o ex-líder de Lula e Dilma pode estar com câncer e que tinha uma biópsia de próstata marcada e juntou prova do agendamento do exame.

Quando foi preso, a Polícia Federal apreendeu R$ 122 mil reais na casa do petista, que recebe um salário de R$ 10.800,00 na rede de saúde de São Paulo. Vaccari afirmou que pegou o dinheiro emprestado com um amigo. Ao concordar com a fiança estipulada por Moro, o ex-petista não informou de onde vai tirar R$ 1.522.700,00 para pagar a fiança.

A Globo noticiou o fato, mas não mencionou que Vaccarezza era do PT, líder de Lula e Dilma na Câmara e que é acusado de intermediar pelo menos R$ 100 milhões em propina para o Partido dos Trabalhadores. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget