\imprensa Viva
.

Marina Silva quer Janot como vice ou candidato ao governo de Minas. As Linhas auxiliares do PT entram em ação.



Como sempre, o PT continua traçando seus planos de modo tortuoso e obscuro. A ex-petista Marina Silva, eterna linha auxiliar do partido, deu início as negociações para lançar o procurador-geral Rodrigo Janot ao governo de Minas Gerais, em 2018 ou até mesmo como seu vice na corrida para o Palácio do Planalto.

Janot, como todos sabem, é outro que agiu nos bastidores da PGR para blindar Lula, Dilma e o PT de diversos crimes, como bem observou o jornalista Guilherme Fiúza no texto abaixo.



O convite de Marina Silva a Rodrigo Janot será formalizado após a saída de Janot da PGR, segundo informa a revista Exame. A ex-petista já havia tentado atrair outros integrantes do judiciário, como o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, outro aliado do PT, para sua chapa. A ideia é dar credibilidade para uma candidatura supostamente alinhada com princípios de Justiça e combate à corrupção, quando as variações nos tons de cinza e vermelho das composições são bem mais amplas do que muitos podem supor.

Integrantes do partido Rede Sustentabilidade, de Marina Silva, têm sondado Rodrigo Janot para convencê-lo a se filiar ao partido e concorrer ao governo de Minas Gerais nas eleições de 2018. É claro que a conversa não teria sido ventilada, caso não existisse alguma negociação prévia entre Marina, Janot e os soldados do PT na Rede Sustentabilidade.

A publicação informou que o convite de Marina Silva deve ser formalizado em outubro, quando Janot já terá deixado o cargo. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget