\imprensa Viva
.

Joelsley quer mais 60 dias para entregar provas de acordo de delação, 4 meses após ganhar habeas corpus eterno



Após colherem todos os benefícios possíveis e impossíveis no mais escandaloso acordo de delação da história da Justiça do país, os executivas da JBS fazem o possível para ganhar tempo, e dinheiro, antes de comprovar tudo que disseram em seu acordo com o Ministério Público Federal.

O acordo de delação premiadíssima da JBS, patrocinado pelo Procurador-geral da República, Rodrigo Janto e o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, está prestes a completar 4 meses. Apesar de tanto tempo e de praticamente nada de concreto, os delatores da JBS pediram ao STF mais 60 dias para a apresentarem provas sobre seus relatos. O pedido ocorre na véspera do encerramento do prazo estipulado para a entrega formal de todos os documentos, nesta quinta-feira, 31 de agosto.

Como era de se esperar, tendo em vista as suspeitas que pairam sobre o acordo dos irmãos Batista, o  Procurador-Geral da República, Rodrigo Janto, concordou com a solicitação dos açougueiros da JBS, Joesley Batista, Wesley Batista, Ricardo Saud, Demilton Antonio de Castro, Valdir

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget