\imprensa Viva
.

Janot muda versão sobre dinheiro ir para Temer e chama o estabanado Rocha Loures de profissional do crime organizado



O procurador-geral da República Rodrigo Janot se superou no quesito ilação durante mais uma rodada de entrevistas à Folha, na qual voltou a tentar justificar as trapalhadas de sua "operação combinada com os criminosos da JBS" para incriminar o presidente Michel Temer.

Após afirmar categoricamente que os R$ 500 mil emprestados por Joesley Batista à PGR para forjar a trama cinematográfica iriam parar nas mãos de Temer, Janot resolveu mudar a versão de sua denúncia derrotada na Câmara dos Deputados na última quarta-feita. A nova versão agora é que seria ingenuidade acreditar que Rocha Loures, um habilidoso profissional do crime organizado, entregaria a mala com o dinheiro emprestado pela JBS a Temer:

"Vocês acreditam que essa mala chegaria às mãos do presidente? Que o Loures entregaria a mala? 'Olha, presidente, vim trazer a sua malinha.' O dinheiro seria repassado de outra forma. Todas as investigações que fizemos mostram que uma organização criminosa atua de maneira profissional, não infantil," avalia Janot.

Diante do desespero com a perda de credibilidade perante a opinião pública, o procurador-geral em fim de carreira perdeu completamente a noção do ridículo e voltou a fazer ilações fantásticas sobre o possível destino do dinheiro:, que na nova versão de Janot, seria usado "ou para pagamento de alguma campanha, ou para uma conta, ou para pagamento de despesas em 'cash'. Como se apura despesas em 'cash'? Não apura.", justificou Janot.

É claro que Rocha Loures é um profissional do crime organizado frio e calculista. Altamente especializado em operações de recebimento de propinas, o intrépido operador instruiu seu contato para que lhe entregasse o dinheiro em uma mala com rodinhas em uma pizzaria no centro de São Paulo e saiu de lá correndo para pegar um táxi no ponto da esquina.

Apesar de acusar Temer de ser o destinatário final do dinheiro, Janot demonstrou que não tem certeza sobre suas acusações:

Folha - Mas existe a possibilidade de o Loures ter feito o acordo sem que o presidente soubesse, não?

Janot - É admitido como possibilidade, vamos ouvir o Loures.


Com informações da Folha.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget