\imprensa Viva
.

Cármen Lúcia está desde maio ignorando pedidos de suspeição contra Gilmar Mendes no STF



A Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, está desde maio fingindo ignorar os pedidos de suspeição contra o ministro Gilmar Mendes, acusado de libertar criminosos com quem mantém algum tipo de relação pessoal ou envolvimento de interesses financeiros.

Os primeiros pedidos de suspeição foram encaminhados pela Procuradoria-Geral da República em maio, quando Gilmar Mendes mandou soltar o empresário Eike Batista. Ao ser questionada sobre a tramitação dos processos contra o ministro, a assessoria de imprensa do STF deu o tom do interesse da presidente da Corte em tomar alguma providência: “As ações vão andar normalmente”.

Em 8 de maio, a PGR solicitou que o STF declararasse Gilmar impedido de atuar no habeas corpus de Eike devido ao fato da mulher do ministro, Guiomar Mendes, trabalhar no escritório do advogado Sérgio Bermudes, defensor de Eike em outros processos. .

Desde então, a PGR já encaminhou três pedidos de suspeição contra Gilmar Mendes, argumentando que o ministro não teria isenção suficiente para atuar nos casos por ter algum tipo de relação com os investigados. Todos os processos que chegaram ao STF ainda estão paradas no gabinete de Cármen Lúcia.

Confiante no corporativismo que ainda impera no STF, Gilmar Mendes soltou praticamente todos os integrantes da organização criminosa que comanda o transporte coletivo no rio, presos na Operação Ponto Final da Lava Jato, da Polícia Federal.

Segundo o MPF, Gilmar teria que ser impedido de atuar em processos referentes aos integrantes da organização criminosa que comanda o transporte coletivo no rio por vários motivos. “Há entre eles vínculos pessoais que impedem o magistrado de exercer com a mínima isenção suas funções no processo”, diz a petição da PGR.

Gilmar Mendes foi padrinho de casamento de Beatriz Barata, filha de Jacob Barata Filho, acusado de ser o chefe da máfia dos transportes no Rio. O noivo é sobrinho da mulher de Gilmar Mendes, Guiomar Mendes.

Mesmo diante de tantas bandalheiras do colega, a ministra Cármen Lúcia continua postergando a decisão de declarar Gilmar Mendes suspeito de atuar em processo envolvendo criminosos de sua relação pessoal ou de sua esposa.

Com informações de O GLOBO
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget