\imprensa Viva
.

Petrobras quer os milhões nas contas de Lula e pede a Sérgio Moro que dinheiro roubado seja restituído à empresa



O ex-presidente Lula teve boa parte de seu patrimônio bloqueado esta semana. A medida judicial tem como objetivo proteger os interesses da Petrobras, vítima de um gigantesco esquema criminoso comandado pelo petista. A pedido do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, o Banco do Brasil (BB) bloqueou esta semana mais de R$ 9 milhões que Lula tinha investido na instituição. Na quarta-feira (19), também por determinação do magistrado, o Banco Central bloqueou R$ 606,7 mil das contas do ex-presidente, além do confisco de seis imóveis e dois veículos do petista.

Dias antes, a Petrobrás havia pedido ao juiz federal Sérgio Moro na ação penal do caso triplex, que levou à condenação de Lula a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, para que os valores da suposta ‘conta corrente geral de propinas’ da OAS com o PT, que teria sido abastecida com desvios em contratos na estatal. O petista é o primeiro ex-presidente apenado por crime comum na história do país por supostamente ter aceitado, como forma de vantagens indevidas da construtora, o imóvel no Guarujá e suas respectivas reformas, no valor de R$ 2,2 milhões.

Em petição ao juiz federal Sérgio Moro, estatal petrolífera, vítima de esquema bilionário do cartel de propinas, pede que sejam destinados aos seus cofres o valor da 'conta- corrente' do PT com a OAS que supostamente incluiu o apartamento do Guarujá. Com o novo bloqueio, a Petrobras aguarda agora a condenação de Lula na segunda instância para poder reaver ao menos uma pequena parte dos prejuízos bilionários causados por Lula e pelo PT. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget