\imprensa Viva
.

Para maior parte da população, Janot não tem moral para acusar ninguém após acordo indecente com criminosos da JBS



O Brasil quer saber como vai ficar o controverso acordo de delação premiadíssima firmado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com os criminosos da JBS. Sim, porque até o momento, o maior prejudicado nesta história toda foi o povo, que viu pela TV o açougueiro da Friboi Joesley Batista dizendo que pagava milhões de propina para Lula, Dilma, Guido Mantega e mais de uma centena de políticos e até agora nada.

Ninguém foi preso, Joesley e seus familiares ganharam imunidade total sobre os 234 crimes que confessaram, não passaram nem um minuto presos e se mudaram para os Estados Unidos, levando iates, jatinhos, cachorros e 80% da empresa que construíram com o dinheiro dos brasileiros.

Embora Janot não perca uma oportunidade sequer de tentar justificar sua decisão "solitária", até o momento não saiu nem uma frase de sua boca capaz de convencer a sociedade. Depois, esta conversa de que foi uma decisão solitária também não convenceu ninguém. Janot se reuniu secretamente com os irmãos batista, fechou o acordo indecente que posteriormente foi homologado em tempo recorde pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, mais conhecido como o "ursão" da Dilma. Definitivamente, os termos generosos constantes do acordo de delação não foram fruto de uma decisão solitária.

Enquanto nada acontece, o Brasil inteiro quer saber: vai ficar tudo por isso mesmo?
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget