\imprensa Viva
.

Moro não tem nada a ver com decisões do STF em soltar bandidos. Se tiver que condenar Lula, vai condenar e pronto



O PT já se prepara para explorar a narrativa de que a Justiça tem sido seletiva com o ex-presidente Lula, caso o juiz federal Sérgio Moro condene o petista nos próximos dias. O presidente o presidente do diretório paulista do partido, Luiz Marinho, já se adiantou na alegação de que há dois pesos e duas medidas quando o assunto é Lula e o PT. Marinho se referia claramente as decisões recentes que beneficiaram o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-RJ) e o senador Aécio Neves (PT-MG).

— Se ele (Moro) for juiz, vai absolver o presidente Lula. Se vier a condená-lo, vamos fazer todo o debate com protestos e repúdio — disse Marinho.

O problema do PT neste caso é que o juiz Sérgio Moro não tem nenhuma obrigação de seguir exemplos do STF ou de outras instâncias. A decisão do magistrado na ação que envolve o tríplex do Guarujá depende exclusivamente dos autos do processo. Sob o ponto de vista legal, Moro é imune a influências alheias ao processo em si e deve julgar o caso de acordo com as provas que pesam contra Lula e os demais réus.

Em pouco mais de três anos de Lava Jato, Sérgio Moro já proferiu mais de cem condenações. Juntas, somam cerca de 1.300 anos  de prisão. No Supremo Tribunal Federal, não há qualquer vestígio de sentença condenatória.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget