\imprensa Viva
.

Lula sobre condenação "É uma tentativa de me tirar do jogo político" Não, Lula. Foi o primeiro passo para colocá-lo na prisão.



Ao comentar, pela primeira vez em entrevista à imprensa, a sentença do juiz federal Sergio Moro, que  o condenou a nove anos e seis meses de prisão, o ex-presidente Lula afirmou que "É uma tentativa de me tirar do jogo político," disse o petista em ato organizado no diretório do PT em São Paulo. Ao tentar misturar alhos com bugalhos, Lula finge ignorar que se trata mesmo de mais uma etapa do processo que vai culminar em sua prisão no futuro.

Quem vai tirar Lula, o condenado, do jogo político, é o Supremo Tribunal Federal. Na sentença que condenou o petista a nove anos e seis meses de prisão, Moro também também o proibiu de assumir qualquer cargo público por um período de 19 anos. Esta decisão, porém, entra em vigor apenas depois de esgotadas todas as possibilidades de recurso. Na prática, Lula terá que se haver com o STF.

Mas antes que isso aconteça, os desembargadores do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) podem decidir o futuro de Lula mais rápido ainda. Caso a maioria concorde com a sentença do juiz Moro, além de ficar inelegível partir da decisão de um colegiado na segunda instância, como prevê a Lei da Ficha Limpa, poderá ser mandado para a prisão. Ao condenar Lula, Moro deixou a decisão sobre a determinação da prisão do petista para o TRF4.

Por falar nisso, o presidente do TRF4, Carlos Thompson Flores, disse nesta mesma quinta-feira do show de Lula em São Paulo que os processos da Lava Jato na corte, incluindo o do ex-presidente Lula, serão julgados antes da eleição de 2018. "Entre o processo chegar aqui em agosto [deste ano] e até agosto do ano que vem acho que já deve estar sendo julgado", disse Thompson Flores à Folha
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget