\imprensa Viva
.

Lula se complica ao falar sobre encontros com dono da Globo, chama Haddad de mentiroso, mas acaba se traindo



O ex-presidente Lula já demonstrou sua extrema habilidade em contornar temas perigosos e comprometedores em várias circunstâncias. Mas há uma certa mística em torno da real habilidade de Lula em administrar fatos embaraçosos em sua memória. O petista não é a raposa ensaboada na beira do Rio que muitos imaginam.

Tanto é que Lula está há quase dez anos sem conceder uma entrevista coletiva. Desde a explosão do escândalo do mensalão, o ex-presidente aboliu definitivamente de sua vida esta coisa de se sujeitar a levar um torpedo nuclear de um jornalista qualquer diante das câmeras. Ou gravadores. 

Lula só se faz presente em ambientes "controlados" e só concede entrevistas a jornalistas 'amigos" do PT. Na última vez que se arriscou a dar uma entrevista para um jornalista independente, Roberto D'ávila, deu no que deu. O petista tentou tirar o corpo fora nos esquemas de repasses milionários para seu filho Luis Claudio Lula da Silva e jogou toda a culpa para cima do menino:

— Meu filho sabe o seguinte: ele tem que provar que fez a coisa certa. Tem que provar. E é importante que seja para provar mesmo. Se ele não provar, está subordinado à mesma Constituição que eu estou, às mesmas leis que eu estou. É chato? É. Mas é bom — disse Lula na ocasião.

Mas mesmo entre jornalistas amigos, Lula costuma dar algumas escorregadas quando é pego de surpresa por uma pergunta inesperada. Há poucos dias, o ex-presidente bateu um papo com os jornalistas José Trajano, Juca Kfouri e Antero Greco. Tudo gente do quintal do PT.

Descontraído e confiante, o petista acabou sendo pego no contrapé quando foi indagado sobre seus encontros com o vice-presidente da Globo, João Roberto Marinho. Diante da saia justa, Lula teve que chamar o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, de mentiroso, quando negou ter tido um encontro com o todo poderoso da Globo na sede do Instituto Lula, em São Paulo. 

Para piorar a situação, Lula ainda deixou escapar que teve um encontro com João Roberto Marinho na casa do ex-ministro Antonio Palocci, na qual se queixou sobre a cobertura da emissora nas manifestações de 2013. Seja no encontro com o dono da Globo no Instituto Lula ou na casa do ministro, o ex-presidente confirmou que exercia algum tipo de pressão sobre a direção da emissora, o que joga por terra o discurso petista conta a Globo, que sempre atendeu aos interesses do PT em troca de benefícios fiscais e perdões de dívidas bilionárias. 

Além do embaraço ao tentar desmentir um fato narrado por Haddad, Lula mencionou a reunião justamente no momento em que o ex-ministro Antonio Palocci promete revelar os esquemas criminosos do PT com a Globo. No vídeo abaixo, é possível perceber o embaraço do petista após ter percebido que falou demais. 

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget