\imprensa Viva
.

Lavação de roupa suja expõe podridão do PT de Lula e Dilma. Mantega diz que Palocci que vendia informações a bancos



Os 37 anos de narrativa do PT estão escorrendo para o esgoto da história com a troca de acusações entre dos membros da mais alta cúpula do partido. Após ser acusado pelo ex-ministro Antonio Palocci de atuar como vendedor de informações privilegiadas para os bancos durante os governos dos ex-presidentes Lula e Dilma, o ex-ministro Gruido Mantega partiu para a lavação de roupa suja e devolveu a acusação feita pelo companheiro em seu acordo de delação premiada.

"Qualquer caixa de agência bancária do país sabe que quem representava os interesses do mercado financeiro era o próprio Palocci" diz o advogado Fábio Tofic Simantob. "Guido Mantega, pelo contrário, assumiu sempre posições que desagradavam os bancos, a ponto de ser demonizado. Não houve pessoa mais execrada pelo mercado do que Mantega. A informação, por isso, não faz nenhum sentido", segue ele.

Pouco importa qual dos dois desempenhou o papel de traidor do povo brasileiro a mando de Lula, que sempre usou os palanques para criticar os bancos, mas nos bastidores atuava como um agente do sistema financeiro. O fato é que os bancos no Brasil nunca faturaram tanto quanto durante os governos de Lula e Dilma.

Com informações da Folha
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget