\imprensa Viva
.

Lava Jato original de Curitiba parabeniza Raquel Dodge e dá espetada em desmandos de Rodrigo Janot



A força-tarefa do Ministério Público Federal de Curitiba, base da verdadeira Operação Lava Jato, divulgou nota de boas vindas a nova chefe da Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge, conhecida por suas posições contrárias aos desmandos do atual ocupante do caro, Rodrigo Janot.

Na nota, a força-tarefa da Lava Jato faz votos que a nova procuradora dê "continuidade do consistente trabalho de combate à corrupção que vem sendo feito pelo MPF em Curitiba" em contraste com as lambanças feitas por Janot no controverso acordo de delação com os criminosos da JBS. Joesley Batista já vinha sendo investigado pela Lava Jato de Curitiba quando Janot entrou no meio e fez na surdina, sozinho, um acordo indecente com os donos do grupo JBS-Friboi.

Na mesma nota, os membros da força-tarefa exaltam a "respeitada história na instituição" de Raquel Dodge, que "demonstrou ter a confiança da classe", no caso, os Procuradores da República de todo o Brasil.

Em mais uma espetada em Rodrigo Janot, os procuradores destacam o compromisso "no cumprimento dos deveres constitucionais e legais do Ministério Público" e "aproveitam a oportunidade para reiterar seu compromisso de dar fiel cumprimento a suas responsabilidades institucionais", numa clara referência à interferência de caráter pessoal e política de Janot, com a manobra ardilosamente combinada na própria PGR com os criminosos da JBS para derrubar o governo. A iniciativa de Janot e Joesley tem sido vista como uma conspiração mau engendrada que ainda vai dar pano para manga.

Leia abaixo a nota divulgada pela A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba em apoio ao nome de Raquel Dodge


"Procuradores de Curitiba parabenizam a subprocuradora-geral Raquel Dodge pela nomeação
para PGR

A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba parabeniza a
subprocuradora-geral da República Raquel Dodge, nomeada para o cargo de procuradora-geral
da República. Raquel Dodge possui uma respeitada história na instituição e demonstrou ter a
confiança da classe. A força-tarefa faz votos de que a subprocuradora-geral possa liderar a
instituição na continuidade do consistente trabalho de combate à corrupção que vem sendo
feito pelo MPF nos últimos anos, na defesa dos direitos humanos e no cumprimento dos
deveres constitucionais e legais do Ministério Público.

Os procuradores da força-tarefa Lava Jato aproveitam a oportunidade para reiterar seu
compromisso de dar fiel cumprimento a suas responsabilidades institucionais, especialmente
lutando contra a corrupção, o desvio de recursos públicos, a criminalidade organizada e a
lavagem de dinheiro"
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget