\imprensa Viva
.

Janot diz que Sérgio Cabral é ‘líder de organização criminosa’. Joesley Batista não. É apenas um açougueiro humilde de Goiás



O procurador-geral da República Rodrigo Janot encontrou mais um líder de organização criminosa que atuou nos últimos anos comandando mais um assalto aos cofres públicos. O líder desta vez é o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB)’, que segundo Janot, teria forçado os ex-presidentes Lula e Dilma a liberar bilhões para obras superfaturadas no Rio para que ele pudesse roubar.

Janot soltou mais esta pérola em manifestação ao Supremo Tribunal Federal em que defende a manutenção da prisão preventiva do ex-assessor do peemedebista, Luiz Carlos Bezerra, o procurador sustenta que ‘a quadrilha estava dedicada a dilapidar sistematicamente o erário público sem nenhum escrúpulo’.

Cabral foi preso em novembro de 2016 na Operação Calicute, desdobramento da Lava Jato no Rio. Bezerra e outros integrantes da equipe de confiança do ex-governador também foram presos por ordem do juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal do Rio.

Por meio de pedido de habeas corpus, a defesa de Bezerra pede a revogação da prisão preventiva, mas Janot foi contra e afirmou que o ex-assessor fazia parte do núcleo financeiro da organização criminosa comandada por Cabral.

Janot tem opiniões bastante pessoais sobre líderes de organizações criminosas. O procurador-geral ignorou o próprio Ministério Público Federal, que apontou Joesley Batista, um dos donos da JBS, como líder de organização criminosa. Apesar da insistência dos colegas, Janot preferiu ignorar os alertas e firmou um generoso acordo com o criminoso confesso, mesmo sabendo que a Lei de delação premiada veta acordos com chefes de organizações criminosas. Joesley comandou uma das mais vorazes organizações criminosas que prosperaram no país durante os governos petistas de Lula e Dilma. Com o poderio financeiro alcançado graças aos empréstimos fraudulentos obtidos no BNDES com a ajuda do PT, segundo o próprio Joesley, foi possível estender os tentáculos de sua organização para todo o país. Joesley confirmou que, como líder máximo da organização criminosa chamada Friboi, conseguiu comprar 1890 políticos de praticamente todos os partidos do Brasil.

Cabral roubava os cofres públicos e usava parte do dinheiro para comprar sítios e joias. Lula mandava seus laranjas comprar sítios e triplex, enquanto ele mesmo roubava o tesouro do acervo do Palácio do Planalto. O Brasil espera que quando Cabral abrir o bico, aponte para o verdadeiro chefe da organização criminosa. O Brasil também espera que Joesley Batista, outro chefe de organização criminosa, também seja preso. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget