\imprensa Viva
.

Janot considera derrota da denúncia e avalia alto risco de desmembrar Temer de Rocha Loures. Farsa pode ser revelada



Ao que tudo indica, nem o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, está colocando fé nas flechinhas de bambu que prometeu disparar contra o presidente Michel Temer. A primeira delas falhou e resvalou bem no olho do relator da denúncia contra Temer na CCJ, o advogado da Globo Sergio Zveiter, que teve seu parecer rejeitado por 40 votos contra 25, todos órfãos de Dilma, e ainda foi ridicularizado pelos colegas.

Temendo novas derrotas pela frente, Janot já começou a mexer os pauzinhos na PGR e agora quer que o ministro Edson Fachin, relator do caso no STF (Supremo Tribunal Federal), desmembre a acusação contra Loures da denúncia contra Temer para que ele continue a responder à acusação de corrupção passiva, caso se confirme a tendência de derrota da denúncia no plenário da Câmara no próximo mês.

Janot está enfrentando uma verdadeira saia justa com sua denúncia. Desesperado, o procurador quer agora que Rocha Loures seja julgado separadamente em primeira instância. Pelo menos em tese, os procuradores têm dado como certo que ele será condenado, o que aumentaria a chance de ele falar.

Mas Janot avalia com cautela esta nova flechada, que desta vez pode resvalar em seu próprio olho. Fontes do MPF asseguram que o procurador teme que Rocha Loures conte uma história indesejada por todos na PGR. O receio é o de que o ex-suplente de deputado inocente Temer e complique ainda mais o acordo de delação premiada que Janot firmou com os criminosos da JBS, que já está por um fio.

A promessa de oferecer nova denúncia contra Temer para desgastar o governo também perdeu força após a demonstração de influência de Temer no Congresso e o recuo do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que não conseguiu aglutinar forças com o PSDB para derrubar Temer. Embora a oposição tente fazer fogo na palha molhada, a expectativa é a de que uma nova denúncia de Janot seria bem mais inconsistente que a primeira, de modo que ficaria clara a intenção do procurador de fazer uso político de suas atribuições apenas para desgastar o governo e provocar instabilidade política e econômica no país, como já ficou claro na primeira denúncia. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget