\imprensa Viva
.

Cármen Lúcia poupa Janot de constrangimento na na CCJ Câmara, onde deveria explicar denúncia contra Temer



A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, rejeitou neste domingo (9) um mandado de segurança de deputados do PDT que tentava suspender a tramitação da denúncia contra o presidente Michel Temer na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados para garantir a convocação do procurador-geral da República Rodrigo Janot.

O objetivo do pedido protocolado no STF na quinta-feira (6) pelos deputados Afonso Antunes da Motta e André Figueiredo era o de convocar Janot para explicar melhor os detalhes da denúncia contra o Presidente Michel Temer.

Cármen Lúcia não explicou com clareza o motivo de ter poupado Janot de uma série de constrangimentos óbvios, por o procurador seria duramente inquirido pelos parlamentares sobre detalhes da delação com os criminosos da JBS, que começa a escorrer pelo ralo.

A ministra Cármen Lúcia comentou em sua decisão que  "Na esteira da legislação vigente e da consolidada jurisprudência deste Supremo Tribunal na matéria, indefiro este mandado de segurança (art 10 da Lei nº 12.016/2009), prejudicado, por óbvio, o requerimento de medida liminar", diz o resumo.

Para os deputados, era necessário suspender o andamento na CCJ até que fosse confirmada a presença do procurador-geral da República Rodrigo Janot na Comissão. Embora a convocação não seja do interesse do governo, que tem pressa em adiantar os trabalhos para evitar mais desgastes, a presença de Janot poderia causar mais desgastes ao PGR, que atravessa um momento crítico sobre os novos detalhes escabrosos do acordo de delação que fechou com os criminosos da JBS.

A CCJ se reúne nesta segunda-feira (10) às 14h30, para dar início à leitura do parecer do relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) e oitiva da defesa de Temer.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget