\imprensa Viva
.

Valeu a pressão da sociedade. Meios de comunicação começam a abandonar Joesley Batista após fiasco da revista Época



O criminoso confesso Joesley Batista já não é mais o queridinho dos meios de comunicação que emprenharam sua reputação para pedir a renúncia de Temer. O repúdio da sociedade ao crédito que estava sendo dado a um dos maiores criminosos do país forçou a mudança no tratamento dado ao homem que fez fortuna a partir de notórios esquemas de corrupção durante os governos de Lula e Dilma.

A gota d'água que provocou o desembarque dos meios de comunicação do iate de Joesley Batista foi a controversa entrevista publicada pela revista Época, da Rede Globo, na qual o sócio do Grupo JBS forçou a barra para poupar o ex-presidente Lula e afirmou que Michel Temer era o chefe da maior organização criminosa do Brasil. A revista Época, que pertence às organizações Globo, foi duramente criticada por ter dado voz ao um criminoso tão repudiado pela sociedade e por ter se prestado o papel de mais uma publicação sórdida, Logo após o vazamento feito pelo jornalista Lauro Jardim de uma transcrição falsa da gravação feita por Joesley Batista com o presidente Michel Temer. A Globo explorou exaustivamente o episódio para pedir a renúncia de Temer.


 Os sinais de que os meios de comunicação estão de fato saltando fora do iate a beira do naufrágio do de Joesley Batista são bastante claros. O primeiro veio do próprio Lauro Jardim, do O GLOBO. O jornalista criticou a postura de vítima adotada por Joesley durante a famigerada entrevista à Revista Época.


acompanhe abaixo o artigo publicado na coluna de Lauro Jardim em O GLOBO:

A cantilena de Joesley Batista

"Joesley Batista repete, em sua delação, a cantilena de todos os empresários delatores: foi coagido a dar propina, senão não conseguiria tocar sua empresa e fazer seu negócio prosperar. Balela.

Se não quisesse corromper, Batista poderia perfeitamente ter se recusado, procurado a polícia ou a imprensa, e não ter dado um centavo a Eduardo Cunha, a Michel Temer e ao PT.

Seus negócios talvez prosperassem menos, o grupo J&F talvez não fosse o império que é hoje, mas Joesley também não teria que ter feito um acordo de delação premiada nem teria que aturar, por onde anda, os ataques que lhe são dirigidos".

Ainda nas primeiras horas da noite de sábado, O GLOBO alterou a matéria de capa que destacava a frase de Joesley Batista "Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil" para ‘Lula e PT institucionalizaram a corrupção’. Em parte, a manchete tentava desdizer Temer, que havia afirmado mais cedo que Joesley teria poupado Lula em sua entrevista à revista da Globo. Mas o fato é que a página de comentários do O GLOBO foi bombardeada com críticas dos leitores.

O Blog O Antagonista também enfrentou forte resistência de seus leitores com as publicações de teor quase amáveis em relação ao criminoso confesso. Os editores do blog viveram momentos de apuro neste sábado ao repercutir a matéria da Revista Época e se viram forçados a excluir todos os comentários das páginas, sob a alegação de que estavam sendo alvos de ataques supostamente orquestrados por MAV's (Militância Ativa Virtual) do PMDB. Diante do risco de perder toda sua audiência, o Blog também ensaia modificações na linha editorial.

Joesley usou Temer para conseguir seu acordo de delação premiadíssima e os meios de comunicação usaram Joesley para tentar derrubar Temer. O grande equívoco destes meios foi supor que a sociedade embarcaria nesta aventura cujo capitão era um dos maiores criminosos da história do país. Ninguém no Brasil morre de amores por Temer, mas a maioria da população odeia Joesley Batista pelo que ele fez, e confessou que fez, e por tudo que ele representa. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget