\imprensa Viva
.

Temer devolve ilação e insinua que Janot recebeu milhões dos bandidos da JBS para armar cilada grotesca



O presidente Michel Temer fez um duro pronunciamento na tarde desta terça-feira, 27 e atacoou frontalmente o procurador-geral da República, Rodrigo Janot e insinuou que ele teria recebido parte dos milhões embolsados por seu braço direito, o ex-procurador Marcelo Miller – que atuava com Janot, até março deste ano, e participava da Grupo de Trabalho da Lava Jato, quando repentinamente abandonou a carreira no Ministério Público passou a trabalhar no escritório de advocacia que negociou os termos da leniência do grupo JBS com a Procuradoria-Geral da República.

Temer afirmou que não pretende fazer nenhuma acusação sem provas, mas uso o exemplo para demonstrar como se tornou alvo de ilações do próprio Janot, que na ausência de provas, tenta na denúncia contra o presidente induzir a raciocínios de que estaria envolvido em crimes de corrupção.

No mesmo pronunciamento, o presidente Michel Temer afirmou que não há provas concretas na denúncia por corrupção passiva apresentada pela Procuradoria Geral da República. Segundo ele, a peça acusatória é uma "ficção".

A cutucada de Temer em Janot deve ter incomodado muita gente no STF. Ao mencionar os milhões embolsados pelo ex-procurador Marcelo Miller, o braço direito de Janot dentro da JBS, Temer sinaliza que tem uma artilharia pesada para detonar Rodrigo Janot.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget