\imprensa Viva
.

Sem moral, Lula é cada vez menos dono do PT. Gangues rivais disputam o controle da organização criminosa



O ex-presidente Lula já não manda mais no PT como antes. Prestes a ser preso, grupos internos disputam o controle do partido que, após tantos escândalos de corrupção, acabou ficando mais conhecido como organização criminosa.

Lula tentou impor o nome da senadora Gleisi Hoffmann, do PT do Paraná, para substituir o já combalido Rui Falcão na Presidência do partido, mas acabou sendo desafiado pela candidatura do também senador Lindbergh Farias, do PT do Rio. Os dois candidatos são alvos de investigações sobre envolvimento em corrupção na Petrobras e foram denunciados pelos empresários Marcelo Odebrecht e Joesley Batista por terem recebido propina para suas campanhas.

Na abertura do 6.º Congresso Nacional do PT, na quinta, Lula cobrou mais unidade das tendências internas do PT para superar a maior crise da história enfrentada pelo partido em usa história, mas foi contestado por correntes antagônicas que divergem sobre os rumos do partido.

Se não tivéssemos tendências no PT, com certeza não teríamos sobrevivido a essa crise”, reagiu o ex-prefeito de Porto Alegre Raul Pont, da Democracia Socialista (DS). “Levamos dez anos para aprovar a representatividade proporcional na Executiva e rompemos com a ideia de partido monolítico. Não vamos mudar isso."

Gleisi Hoffmann  e Lindbergh Farias vão disputar neste sábado, 2, a presidência do PT e Lula pode ser ainda mais desmoralizado, caso Lindbergh vença a disputa. Gleisi é candidata da Construindo um Novo Brasil (CNB), a corrente de Lula, e favorita para ocupar o posto. Lindbergh tem o apoio do grupo Muda PT, que reúne cinco tendências mais à esquerda.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget