\imprensa Viva
.

Rouba enquanto respira. Assim é Lula, segundo retrospecto de crimes a ele atribuídos



O ex-presidente Lula foi denunciado por tantos cúmplices e por tantos esquemas criminosos, que fica até difícil imaginar se este sujeito teve ao menos um minuto de paz com a própria consciência ao longo da última década e meia.

De fato, há o folclore que corre na boca do povo que Lula é o maior ladrão da história da humanidade. Esta crença vem desde os tempo do sindicato, mas acabou ganhando o Brasil inteiro a partir de 2005, quando explodiu o escândalo do mensalão e o então presidente, já apontado naquela época como chefe de organização criminosa, dizia que não sabia de nada.

Desde então, a fama de ladrão de Lula só fez crescer. Uma das maiores vítimas da mão leve do petista e de seus cúmplices, além do povo obviamente, foi a Petrobras. Durante discurso, Lula justificou o motivo de tanto roubo na estatal durante o violento Ato em defesa da Petrobras no Rio, quando mandou seus capangas espancar quem tentasse protestar no local:

"Se você tem um rato na sua casa que rouba um pedacinho de queijo, imagina se você coloca um queijo inteiro?", ironizou o petista, numa suposta referência aos bilhões que enterrou na estatal para que seus parceiros pudessem roubar mais ainda. (leia aqui).

Ao observar o vasto retrospecto de crimes atribuídos a Lula, fica impossível contemplar uma imagem sua sem imaginar o que se passava em sua cabeça naquele momento. Seja durante seus discursos na ONU, diante do Papa e até mesmo dormindo, a impressão que se tem é que o petista estava sempre maquinando alguma forma de levar e ocultar vantagens indevidas. A situação chegou a tal ponto, que para a maioria dos brasileiros, Lula se tornou sinônimo de ladrão e o PT, sinônimo de corrupção. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget