\imprensa Viva
.

Riso cínico de Lula sumiu ao saber que Joesley Batista está no Brasil terminando o serviço sujo



O ex-presidente Lula estava feliz da vida com o fato de seu comparsa Joesley Batista ter denunciado seus esquemas de corrupção no BNDES ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mas sem ter entregue absolutamente nenhuma prova de seus relatos sobre os repasses de propina ao petista. Lula chegou a debochar do acordo de Janot e disse que também faria um acordo de delação para receber "seus U$ 80 milhões" de uma conta na Suíça.

Os advogados de Lula chegaram a comemorar a delação "meia-bomba" que tinha como propósito apenas derrubar o presidente Michel Temer e abrir caminho para melar toda a investigação sobre os milhares de crimes na era petista.

Mas Temer não caiu e a delação fraudada do criminosos confesso Joesley Batista acabou se tornando uma piada nacional. Diante do risco de ver um dos mais indecentes acordos de delação premiada da história do Ministério Público Federal ser cancelado, Janot pediu socorro a Joesley, que teve que retornar ao Brasil no último domingo para "complementar" o acordo com novos depoimentos e provas.

Mas o responsável pela da maior crise política recente do país teve que retornar ao Brasil para tentar consertar a lambança do acordo capenga.  Após fechar delação premiada, ele se refugiou na China, na esperança que tudo desse certo.  Joesley e o executivo Ricardo Saud, da JBS, prestaram depoimento na segunda-feira na Procuradoria da República no Distrito Federal em investigação instaurada a partir das delações do grupo. Eles foram chamados para explicar as informações prestadas nos termos de colaboração fechado com a Operação Lava-Jato que envolvem contas no exterior com recursos de propina supostamente destinados aos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Na delação, Joesley narrou que manteve duas contas no exterior por onde passaram cerca de US$ 150 milhões, dos quais US$ 70 milhões teriam sido movimentados em nome de Lula e US$ 80 milhões, de Dilma. Essa parte da colaboração premiada fechada com a Lava-Jato foi desmembrada e encaminhada para a Procuradoria da República no Distrito Federal, que abriu um Procedimento Investigatório Criminal (PIC).

O ex-presidente Lula, que contava com a possibilidade de ser poupado pelo parceiro criminoso, está agora preocupado com as escolhas de Joesley. O empresário terá que se decidir entre salvar o que restou de seu grupo empresarial ou salvar o homem que ajudou seu negócio saltar de R$ 1.9 bilhões para R$ 170 bilhões em valor de mercado em pouco mais de dez anos. Janot e Joesley sabem que o Brasil não vai engolir um acordo sem que ocorra a prisão de Lula. O ideal era que mandasse prender também os irmãos Batista.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget