\imprensa Viva
.

PT está por trás da famigerada "Frente Ampla Nacional pelas "diretas-já"", mais uma fraude para colocar Lula no poder



Lobo em pele de cordeiro. Esta seria a melhor definição para a tal da Frente Ampla Nacional pelas "diretas-já", um aglomerado de entidades controladas pelo PT e partidos de esquerda que pretende vender a ilusão das eleições diretas apenas para permitir que Lula seja candidato ante de ser preso.

Embora tentem disfarçar seus propósitos, e até mesmo seus interlocutores, as 55 entidades que integram a Frente Ampla Nacional pelas "diretas-já", procuram passar a imagem de um movimento independente, liderado por "artistas e intelectuais". Mas a verdade é que todas são ligadas aos núcleos de esquerda das igrejas, partidos políticos, centrais sindicais, movimentos estudantis e sociais procuram se promover como um movimento independente, liderado por "artistas e intelectuais".


Assinam o documento PT, PSOL, PCdoB e PSB, que até o dia 20 de maio apoiava o governo Temer, além da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conselho Nacional das Igrejas Cristãs (Conic), Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), Conselho Federal de Economia, Levante Nacional da Juventude, Movimento dos Sem Terra (MST), Central de Movimentos Populares (CMP), Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), União Nacional dos Estudantes (UNE), seis centrais sindicais (CUT, UGT, Intersindical, CTB e CSB) e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, entre outros.

São basicamente os mesmos grupos que promoveram os atos de vandalismo em Brasília há cerca de 20 dias, quando terroristas tentaram incendiar a Esplanda dos Ministérios e causaram prejuízos de mais de R$ 3 milhões ao bolso do contribuinte, com a depredação de prédios e instalações públicas. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget